Candidata do The Voice tem vínculo com a a gravadora Som Livre

Candidata do The Voice tem vínculo com a a gravadora Som Livre - Reprodução

O The Voice Brasil, transmitido pela Rede Globo, apresentou diversos talentos em seu primeiro programa, mas nem todos são tão anônimos assim. A norte-americana Alma Thomas, que conquistou todos os jurados cantando Adele, já teria um vínculo com a Som Livre, segundo a coluna Diário da Fama, do Diário de São Paulo.

No ano de 2005, ela teve uma música na compilação “GNT – New Jazz”, lançada pela Som Livre, que também  incluía, além da faixa cantada por ela, canções de artistas como Norah Jones, Diana Krall e Jamie Cullum.

A Som Livre se explicou no caso: “A Alma emplacou uma música em novela, mas  a Som Livre não participou de nenhum processo de indicação de artistas para o ‘The Voice’. A Alma editou algumas músicas dela na Jet Music, editora que a Slem (Som Livre Edições Musicais) administra”.

A novela em que a Alma cantava era Passione, de 2009, de Silvio de Abreu. Na época,  ela gravou a canção “One More Take”. Como se não bastasse, ela já teve suas  canções nos filmes “Se Eu Fosse Você” e “De Pernas Pro Ar”, ambas produções da Globo Filmes.

Vale lembrar que na coletiva de imprensa de lançamento do programa, deixaram bem claro que o The Voice não é para anônimos e amadores. É justamente o contrário, para cantores já profissionais e até conhecidos, mas que não conseguiram repercussão que os classificasse como “famosos” e se firmassem de vez no cenário musical.

 

Terra

The Voice Brasil estreia prometendo repetir sucesso de outros países

The Voice Brasil estreia prometendo repetir sucesso de outros países

Novo programa das tardes de domingo na Globo, The Voice Brasil parece ter agradado telespectadores e famosos. Tiago Leifert e Daniele Suzuki apresentam o programa, sucesso em outros países, como Estados Unidos, Reino Unido, México e Argentina.

Depois da realização de audições por todo o Brasil, os quatro jurados – Claudia Leitte, Daniel, Carlinhos Brown e Lulu Santos – vão escolher, com participação do público, a nova voz da música brasileira. Os jurados também competem: cada um

Publicidade

vai formar e treinar um grupo de 12 cantores.

Como foi o primeiro programa

Etapa: “Audições às cegas”

– Jurados de costas para o palco enquanto cantor se apresenta

– Se gostar da voz, o jurado aperta o botão da cadeira e se vira para o palco; só aí vê o candidato e será seu treinador se for o único jurado a se virar

– Candidato escolhe seu técnico se dois ou mais jurados se virarem ou é eliminado se nenhum jurado se virar

– Lulu Santos já tem em seu time: Gabriel Levan, que se apresentou com a música Come Together (The Beatles), Gustavo Fernandes, que cantou Viva La Vida (Coldplay) e Greicy Schwendner, que homenageou o próprio Lulu com Tempos Modernos

– Daniel vai treinar, por enquanto, Liah Soares (As Rosas Não Falam – Emilio Santiago) e Alma Thomas (Someone Like You – Adele)

– Carlinhos Brown tem na equipe Bruno & Camila, que cantaram Just a Kiss (Lady Antebellum), Ellen Oléria (Zumbi – Jorge Ben Jor), Mayara Prado (Fruto Especial – Bruno & Marrone) e Karol Cândido (Negro Gato – Marisa Monte)

– Claudia Leitte será a técnica de Breno Lima (Amor Maior – Jota Quest) e Marianna Eis (Moves Like Jagger – Maroon 5)

– Destaque para o índio Yuri, morador da Aldeia Jatobá, em Tangará da Serra, que encantou a plateia ao cantar “Sinônimos” (Zé Ramalho e Chitãozinho & Xororó), mas não foi escolhido por nenhum dos quatro jurados

Famosos comentam programa no Twitter

As cantoras Preta Gil, Luiza Possi, Gaby Amarantos, o ator Sergio Marone, a atriz Fernanda Paes Leme, a apresentadora Angélica, entre outras celebridades, desejaram sorte na estreia da atração.

Internautas da Jovem Pan aprovam

O Portal Jovem Pan Online perguntou no Facebook se os internautas assistiram e o que acharam: 560 pessoas curtiram e, dos 255 que comentaram, 217 elogiaram o programa (números contabilizados até 19h44).

 

Virgula

‘The Voice’ estreia com o dobro da audiência da Record, porém ‘peca’

Depois de incursões não muito felizes no gênero, a Globo voltou a investir nos reality shows musicais com “The Voice – Brasil”, que estreou neste domingo. No quesito audiência, a atração foi bem: liderou de ponta a ponta e marcou mais que o dobro da emissora segunda colocada no horário, com 15,6 pontos de média, com pico de 19. No mesmo horário, Record registrou 6,5 pontos, seguida por SBT e Band, com 6 e 3,5 pontos, respectivamente.

Estruturalmente, no entanto, há diferenças entre o que vinha sendo mostrado nos outros países e agora é exibido no Brasil. Enquanto lá fora o programa é gravado em estúdios gigantes e com plateia numerosa, por aqui tudo pareceu mais modesto. Até mesmo das luzes que se acendem no chão deixando ainda mais claro que técnico escolheu cada candidato foram abolidas. Duas das telas com a logomarca do reality, coladas às costas das cadeiras dos técnicos, deram defeito e piscaram sem parar. E o mais importante: faltou personalidade aos jurados para brigarem por seus candidatos, assim como empolgação do público que a tudo assistia. Um dos grandes charmes da atração é ser mostrada como uma grande arena, como se o espectador assistisse a um show, em que pode reagir e torcer junto.

Nos Estados Unidos seria inconcebível, por exemplo, que um jurado virasse a cadeira para um candidato que cantasse bem e ninguém reagisse na plateia. Aconteceu por aqui. O povo pareceu frio aos calouros. Da mesma maneira, é na rivalidade entre os técnicos famosos que esse programa se baseia. A ideia é que eles façam de tudo por um candidato. Por aqui, reinou o coleguismo, sem nenhuma indireta ou provocação, que conferem tempero ao formato. Daniel, por exemplo, pouco reagiu. Claudia Leitte não conseguiu fazer um bom marketing para montar seu time. Já Lulu Santos e Carlinhos Brown mostraram-se mais assertivos.

Excetuando esses pontos específicos, há que se registrar o avanço do reality ao permitir que candidatos possam cantar música em inglês. Não dá para ignorar a globalização e o público conhece boa parte dos hits internacionais que foram cantados no palco. Faltou, no entanto, uma brincadeira recorrente no formato original. Mostrar candidatos e sua história sem mostrar o rosto de maneira que cause surpresa também no espectador. Por vezes uma voz considerada feminina pertencia a um homem, ou um calouro de “atitude vocal” jovem pode ter, na verdade, bem mais idade do que se imagina. Resta ver se tais recursos serão explorados no futuro.

Terra

Claudia, Brown, Daniel e Lulu não viram cadeira para índio e se arrependem

Técnicos se arrependem por não ter escohido Yuri (Foto: The Voice Brasil/TV Globo)

O índio Yuri, morador da Aldeia Jatobá, em Tangará da Serra, encantou a todos ao cantar “Sinônimos”, música interpretada por Zé Ramalho e Chitãozinho & Xororó. Apesar da plateia aplaudir de pé a interpretação do cantor, ele não foi escolhido pelos técnicos na estreia do The Voice Brasil, neste domingo, 23.

Surpresos por terem um índio participando do reality, os técnicos agradeceram a apresentação de Yuri: “Que dia festivo para o Brasil tê-lo aqui representando sua etnia. Sua voz é uma voz brasileira”, revelou Carlinhos Brown. O técnico aproveitou para declarar seu arrependimento por não ter apertado o botão da cadeira: “Estou muito orgulhoso de estar na sua frente e arrependido de não ter batido”. Logo em seguida Claudia Leitte e Daniel também demonstraram seu remorso: “Somos dois!”, exclamou Daniel. “três”, disse Claudia.

The Voice: Carlinhos Brown sai na frente e já tem quatro cantores na sua equipe

Carlinhos Brown já tem quatro cantores em seu time (Foto: The Voice Brasil/TV Globo)

Carlinhos Brown mostrou que não tem tempo a perder. Logo no primeiro programa, o técnico do The Voice Brasil já conseguiu quatro cantores para o seu time. Sua primeira escolha foi a dupla Bruno & Camila, uma surpresa para todos: “Fiquei admirado e muito obrigado. Será um grande desafio comandar vocês”, revelou Brown.

A segunda escolhida foi Ellen Oléria, de Brasília. A candidata conquistou todos os quatro técnicos e escolheu ficar com Brown: “Por um vínculo poético e estético eu escolho estar com o Carlinhos”, declarou a cantora. A terceira participante da equipe de Carlinhos Brown também é uma mulher. O técnico escolheu Mayara Prado, de 23 anos: “O que me fez bater foi a garra. Músicas assim vão direto ao coração”, revelou.

Para finalizar as selecionadas do seu grupo, Brown apostou em mais uma voz feminina. A carioca Karol Cândido foi escolhida pelo técnico e por Claudia Leitte, que tentou chamar a atenção da cantora: “Gata, você é negra loira. A gente combina né com o cabelo? Vem comigo!”. Apesar do esforço de Claudia, a cantora escolheu integrar o time de Carlinhos: “Sou super fã dos dois, mas vou ficar com o Brown”.

Confira o que cada um dos integrantes do time de Carlinhos Brown cantou:

– Bruno & Camila cantaram: Just a Kiss (Lady Antebellum)
– Ellen Oléria cantou: Zumbi (Jorge Ben Jor)
– Mayara Prado cantou: Fruto Especial (Bruno & Marrone)
– Karol Cândido cantou: Negro Gato (Marisa Monte)

Após disputar com todos os técnicos, Daniel é escolhido por duas candidatas

Daniel tem duas cantoras em sua equipe (Foto: The Voice Brasil/TV Globo)Daniel tem duas cantoras em sua equipe (Foto: The Voice Brasil/TV Globo)

Daniel está com a bola toda. Suas duas candidatas foram unanimidade entre os quatro técnicos e escolheram fazer parte de sua equipe. A paraense Liah Soares recebeu elogios de todos: “Você canta divinamente, tem o comando profissional e é linda. O que falta?”, declarou Lulu Santos que foi o primeiro a virar a cadeira para a candidata. Liah agradeceu a todos, mas escolheu ficar com Daniel: “Eu amo todos vocês, obrigada. Mas vou ter que escolher e fico com o Daniel”.

Sua segunda escolhida, a americana Alma Thomas, também foi paparicada por todos os técnicos: “Eu quero duas almas, a minha e a sua”, revelou Carlinhos Brown. Claudia Leitte se emocionou com a interpretação da cantora: “Você me fez chorar, somos almas gêmeas”, disse a técnica. Apesar do esforço de todos, Alma escolheu Daniel: “Tenho uma afinidade com as letras e músicas do Daniel”, revelou ela.

Confira o que cada um dos integrantes do time de Daniel cantou:

– Liah Soares cantou: As Rosas não falam (Emílio Santiago)
– Alma Thomas cantou: Someone Like You (Adele)

Famosos comentam estreia de ‘The Voice Brasil’ no Twitter

Carlinhos Brown, Claudia Leitte, Daniel e Lulu Santos são os técnicos do 'The Voice Brasil'. Foto: Roberto Filho/AgNews

O programa The Voice Brasil, da Rede Globo, estreou neste domingo (23) e famosos fizeram questão de comentar e desejar boa sorte aos treinadores e a equipe do programa pelo Twitter.

A cantora Preta Gil desejou sorte aos amigos. “Desejando muita sorte e diversão aos meus amigos @carlinhosbrown e @ClaudiaLeitte, ao mestre Lulu Santos e Daniel #TheVoiceBr já é sucesso”, publicou Preta no microblog.

O ator Sergio Marone gostou do começo do programa. “Começou bem o #TheVoiceBr”. Já a cantora Luiza Possi escreveu no Twitter que o programa estava “arrebentando”.

A atriz Fernanda Paes Leme, elogiou o quarteto de treinadores e deu destaque ao cantor Daniel. “Adorei os quatro jurados juntos! #TheVoiceBr. O Daniel é ótimo! Tá super a vontade e faz piadinhas. Adorei!!!”, escreveu Fê Paes.

“Uau #TheVoiceBrasil! Programassoooo (sic)”, escreveu a apresentadora Angélica sobre o programa no Twitter.

The Voice Brasil será exibido todos os domingos, logo após o Temperatura Máxima. Com uma hora de duração, o programa vai anteceder os jogos de futebol na grade vespertina da Globo.