Canal Nickelodeon comemora liderança de suas séries na TV por assinatura.

Segundo dados consolidados, o grande destaque foi a série The Thundermans, que fala sobre o cotidiano de uma família de super-heróis que esconde seus poderes para tentar viver uma vida normal. 
No dia 7 de março, na faixa das 20 horas, o seriado infanto-juvenil alcançou o primeiro lugar do ranking geral da TV por assinatura com 3,4 pontos de audiência na TV paga, vencendo inclusive canais abertos como Band e RedeTV!. 
No mesmo dia, as séries Henry Danger (nas faixas das 19h, 20h30 e 23h30) e a clássica iCarly (às 22h e 22h30) também alcançaram a liderança e fizeram com que a Nickelodeon figurasse no topo da lista dos canais mais vistod da TV paga durante praticamente a noite inteira.
Antes, a série protagonizada por Miranda Cosgrove já havia chegado à liderança no dia 6, nas faixas das 22h30 e 23h, e conseguiu repetir o feito no dia 9 às 23h, no dia 10 às 22h30 e no dia 11 às 22h.
Henry Danger, por sua vez, também colocou a Nickelodeon na liderança no dia 9, às 23h30, no dia 10 no mesmo horário e no dia 11 nas faixas das 21h30 e 23h.
Os números são bastante importantes para a Nick na briga feroz de audiência dos canais infantis. Cartoon Network e Discovery Kids normalmente são os campeões de Ibope, com Gloob, Nickelodeon e Disney Channel ficando para trás. 
Atualmente, o Gloob tem dado mais trabalho para o canal infantil da Viacom. Com o desenho Miracolous – As Aventuras de Ladybug, a emissora infantil da Globosat tem conseguido ficar no Top 5 de canais mais vistas.

Pesquisa Uninassau: Lula é o preferido em pernambucano com quase 60% dos votos.

Ex-presidente, filiado ao #PT, tem a melhor intenção de votos em todas as regiões do Estado; no Sertão do São Francisco a preferência por ele é de 90%.


Presidente da República de 2003 a 2010, Lula (PT) terá direito a um terceiro mandato no que depender dos pernambucanos. De acordo o Instituto de Pesquisa Uninassau, ele tem 65% das intenções de voto no Estado. Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva (Rede) aparecem com 6% e Geraldo Alckmin (PSDB), Aécio Neves (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) têm 1%. O presidente Michel Temer (PMDB) possui 0% da preferência (veja arte ao lado). O levantamento foi feito nos dias 23 e 24 de março, com 2.014 entrevistas em todo o Estado. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,2%.


Lula mantém o favoritismo na pesquisa espontânea, quando os nomes dos candidatos não são citados pelos entrevistadores. O petista tem 58,8% das intenções de voto e é seguido por Bolsonaro (5,1%), Marina (3,3%) e a ex-presidente Dilma Rousseff, do PT, (1,5%). O número de pessoas que apontaram outros candidatos soma 3,2% e 1,1% não escolheu ninguém. O índice de pessoas que não responderam ou não souberam responder foi de 27%.


O ex-presidente tem a preferência de 90% do eleitorado no Sertão do São Francisco. O favoritismo segue em outras áreas do Sertão (72%), Agreste (71%), Zona da Mata (65%), Região Metropolitana (58%) e Recife (53%).

Diferença absurda! Ibope aponta que a Globo tem 28 pontos de audiência contra 42 da GfK.



A medição de audiência da TV brasileira enfrenta um período de turbulência desde a última quinta-feira (30), quando o sinal analógico de TV foi encerrado na Grande São Paulo.


Desde então os dados obtidos pela Kantar #Ibope e a empresa alemã #GfK –rivais na medição do ibope brasileiro– vêm apresentado discrepâncias em horários-chave, como o nobre, segundo informa o colunista Ricardo Feltrin, do portal “UOL”.


Na última quinta, às 22h37, a Globo estava registrando 28.2 pontos no Ibope e 42 no GfK. São 14 pontos de diferença, ou quase 33%.


Neste sábado (1º), às 20h37, por exemplo, pelo Ibope a Globo tinha 25,4 pontos com a exibição do “Jornal Nacional”, a RecordTV tinha 5,6 com o “Programa da Sabrina”; o SBT, 4,6 pontos com o “Esquadrão da Moda”. A Band, 1,1 com a novela “Ezel”; e a RedeTV!, 0,3 ponto com programação religiosa.


Mas no GfK a Globo marcava 5 pontos a mais –30,5–, a RecordTV registrava 6,1 pontos,, o SBT, 5,9; a Band, 2 pontos e a RedeTV, 0,4 ponto.


Na Grande SP, em ambas as medições o número de domicílios para cada ponto está em torno de 70 mil, com 3,3 habitantes em média.


Ainda é cedo para fazer afirmações definitivas, mas a diferença de dados incomoda todas as emissoras. Inclusive a Globo, que não é assinante na GfK.


Há quase dois anos medindo a audiência das emissoras de TV no Brasil, a GfK ainda não começou a divulgar seus números abertamente para a imprensa como o Ibope faz. Em maio de 2016, a empresa alegou que estava aguardando uma auditoria nos números para iniciar a divulgação, editoria esta que parece não ter fim.

Em Sao Paulo, Alckmin lidera pesquisa para presidente em 2018.

Pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas para Presidente do Brasil realizada no estado de São Paulo.
Cenário 1 (com Alckmin sendo o candidato pelo PSDB)
Geraldo Alckmin (PSDB): 24,6%

Lula (PT): 14,5%

Jair Bolsonaro (PSC): 13,6%

Marina Silva (REDE): 10,2%

Joaquim Barbosa (Sem partido): 8,2%

Ciro Gomes (PDT): 3,5%

Michel Temer (PMDB): 3,4%

Álvaro Dias (PV): 3,8%

Brancos ou Nulo: 12,9

Não sabem ou não opinaram: 6,1%
Cenário 2 (Com Dória sendo o candidato pelo o PSDB)
João Doria Jr. (PSDB): 26,3%

Lula (PT): 15,2%

Jair Bolsonaro (PSC): 12,2%

Marina Silva (REDE): 11,6%

Joaquim Barbosa (sem partido): 7,1%

Michel Temer (PSDB): 4,1%

Ciro Gomes (PDT): 3,7%

Álvaro Dias (PV): 3,0%

Brancos ou Nulos: 11,6%

Não sabem ou não opinaram: 5,1%
Cenário 3 (Com Aécio sendo o candidato pelo PSDB
Lula (PT): 15,8%

Jair Bolsonaro (PSC): 14,3%

Marina Silva (REDE): 12,5%

Aécio Neves (PSDB): 11,9%

Joaquim Barbosa (Sem partido): 9,4%

Michel Temer (PMDB): 4,3%

Ciro Gomes (PDT): 4,0%

Álvaro Dias (PV): 3,5%

Brancos ou Nulos: 17,6%

Não sabem ou não opinaram: 6,7%
___________________________________
Quem o eleitor gostaria que fosse candidato a presidente pelo PSDB:
João Doria: 32,5%

Geraldo Alckmin: 23,6%

José Serra: 10,4%

Aécio Neves: 7,1%

Beto Richa:  0,7%

Nenhum 20,5%

Não sabe ou não opinaram: 5,1%
____________________________________
Pesquisa para governador do estado de São Paulo 
Cenário 1 (Com Serra sendo o candidato pelo PSDB e Marinho pelo PT)
José Serra (PSDB): 34,5%

Paulo Skaf (PMDB): 21,0%

Luiz Marinho (PT): 5,5%

Márcio França (PSB): 4,0%

Carlos Giannazi (PSOL): 2,0%

Brancos ou Nulos: 25,3%

Não sabem ou não opinaram: 7,7%
Cenário 2 (com Dória sendo candidato pelo PSDB e Haddad pelo PT):
João Doria (PSDB): 44,7%

Paulo Skaf (PMDB): 13,2%

Fernando Haddad (PT): 9,2%

Gilberto Kassab (PSD): 7,8%

Márcio França (PSB): 3,1%

Carlos Giannazi (PSOL): 1,5%

Brancos ou Nulos: 14,3%

Não sabem ou não opinaram: 6,2%

___________________________________
Pesquisa para senador do estado de São Paulo: 
Geraldo Alckmin (PSDB): 34,8%

Celso Russomanno (PRB):  34,3%

Eduardo Suplicy (PT): 20,0%

Marta Suplicy (PMDB): 11,7%

Marco Feliciano (PSC): 9,7%

Aloysio Nunes (PSDB): 7,8%

Gilberto Kassab (PSD): 6,9%

Brancos ou Nulos: 15,1%

Não sabe ou não opinaram: 4,8%

Apresentadora Eliana está grávida.

A apresentadora contou a novidade através do Instagram, no domingo (2)
O mês de abril começou radiante para #Eliana. No domingo (2), a apresentadora usou as redes sociais para anunciar uma novidade: ela será mamãe outra vez! “Noivos, grávidos e felizes”, escreveu ela, no clique em que aparece com o empresário Adriano Ricco, de quem também revelou estar noiva.
Ela, que já é mãe de Arthur, atualmente com 5 anos, fruto do casamento com o músico João Marcelo Bôscoli, agora será mãe de uma menina, a primeira do relacionamento com Adriano. Eles estão juntos há dois anos.

Guerra da Record, SBT e RedeTV! contra operadoras pode estar acabando. 

Está marcado para esta terça-feira, um encontro entre as operadoras NET, Claro e Oi com o executivo Marco Gonçalves, que representa a Simba Content. 
Há a expectativa que desta reunião possa sair uma definição satisfatória para o impasse, que se arrasta desde a última quarta-feira. 
A SKY, por enquanto, continua sendo a única grande operadora que não aceita nem conversar. Não haverá ninguém da parte dela nesta conversa de amanhã. 
Flávio Ricco