Difícil trabalhar fora da TV Globo? Porque a Globo não tem a Globo pra enfrentar.

Nenhuma emissora é dona do talento de ninguém, e nenhuma TV é dona de nenhum ator ou artista.

A Globo é vista como referência, mas tudo o que ela sabe, usurpou da TV Excelcior e Tupi.

Para as concorrentes da Globo não é fácil fazer qualquer coisa, estrear novelas, reality, séries, filmes, programação infantil e entrenimento, porque a comparação sempre vai vir; a TV Globo não tem a Globo pra enfrentar. No passado, ela tinha duas gigantes, o que ela fez? Se aliou aos militares e derrubou as duas, e se apossou das propriedades física, use o Google para melhor esclarecimento.

Os grandes artistas e autores da Globo atualmente, não começaram na platinada, mas sim em outras, como Record, SBT, Band’eirantes e Cultura.

Portanto, estar em outros canais e ter seu trabalho comparado a todo tempo, não deve ser tarefa fácil, somos reflexo do que estamos exercendo no momento, e o talento artístico não é propriedade de nenhum banqueiro, pastor, padre, sacerdote maçon ou empresário, o talento é do indivíduo.

.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa – Blog TV Tudo.

TV Cultura estreia pacote de novidades infantis no mês das crianças. 


Confira as datas e horários das estreias: 
1º de outubro (domingo”: “O Colorido Mundo de Dalton” às 16h15, ”

O Mundo da Gente” às 16h30 e “Blog da Mari” às 16h45. 
3 de outubro (terça):

“Maggie e Bianca” (nova temporada) às 19h15. 
7 de outubro (sábado): 

“Brincando com a Ciência” às 09h30 e “Se Liga na Ciência” às 09h45; 
9 de outubro (segunda): Novas temporadas de “Peppa Pig” às 08h15 e 13h30, “Shimmer e Shin” às 09h00, “Blaze and the Monster Machines” às 09h30, “Dora e seus Amigos” às 09h45, “Moranguinho” às 10h15 e “Patrulha Canina” às 10h45. 
Também em 9 de outubro haverá a estreia de “A Turma da Mônica” às 11h30 e 17h30. 
29 de outubro (domingo): 

“Oswaldo” às 14h30 e “Planetorama” às 14h45. 
Notícias da TV Brasileira

Diferença absurda! Ibope aponta que a Globo tem 28 pontos de audiência contra 42 da GfK.



A medição de audiência da TV brasileira enfrenta um período de turbulência desde a última quinta-feira (30), quando o sinal analógico de TV foi encerrado na Grande São Paulo.


Desde então os dados obtidos pela Kantar #Ibope e a empresa alemã #GfK –rivais na medição do ibope brasileiro– vêm apresentado discrepâncias em horários-chave, como o nobre, segundo informa o colunista Ricardo Feltrin, do portal “UOL”.


Na última quinta, às 22h37, a Globo estava registrando 28.2 pontos no Ibope e 42 no GfK. São 14 pontos de diferença, ou quase 33%.


Neste sábado (1º), às 20h37, por exemplo, pelo Ibope a Globo tinha 25,4 pontos com a exibição do “Jornal Nacional”, a RecordTV tinha 5,6 com o “Programa da Sabrina”; o SBT, 4,6 pontos com o “Esquadrão da Moda”. A Band, 1,1 com a novela “Ezel”; e a RedeTV!, 0,3 ponto com programação religiosa.


Mas no GfK a Globo marcava 5 pontos a mais –30,5–, a RecordTV registrava 6,1 pontos,, o SBT, 5,9; a Band, 2 pontos e a RedeTV, 0,4 ponto.


Na Grande SP, em ambas as medições o número de domicílios para cada ponto está em torno de 70 mil, com 3,3 habitantes em média.


Ainda é cedo para fazer afirmações definitivas, mas a diferença de dados incomoda todas as emissoras. Inclusive a Globo, que não é assinante na GfK.


Há quase dois anos medindo a audiência das emissoras de TV no Brasil, a GfK ainda não começou a divulgar seus números abertamente para a imprensa como o Ibope faz. Em maio de 2016, a empresa alegou que estava aguardando uma auditoria nos números para iniciar a divulgação, editoria esta que parece não ter fim.

Estado de São Paulo ultrapassa índice mínimo necessário para desligar sinal analógico.


Uma pesquisa da Kantar Ibope, realizada na última semana, indica que 6,5 dos 6,9 milhões dos domicílios de São Paulo, o equivalente a 94% dos 93% exigidos como mínimo, já estão habilitados para receber o sinal digital.
Estamos considerando um universo de 20 milhões de pessoas ou algo que equivale, por exemplo, a duas vezes o tamanho de Portugal e que assegura o desligamento do analógico para o próximo dia 29, em acordo com o cronograma estabelecido pelo Ministério das Comunicações.
Na segunda-feira que vem, dia 27, vai sair o número do Ibope Inteligência, que é aquele que realmente vale para ratificar a decisão.
O desligamento de São Paulo no prazo estabelecido, ao contrário de Rio Verde e Brasília que sofreram pequenos atrasos, é considerado o mais importante de todo o processo, pela dimensão dos seus números e por todos os fatores que o cercam, inclusive por acontecer em meio a uma crise econômica.
A base da pesquisa realizada pelo Kantar Ibope, que indicou os números acima citados, é a mesma utilizada para apurar os índices de audiência.
A do Ibope Inteligência, embora se aproxime muito, tem alguns critérios diferentes.

Flávio Ricco / UOL

TV Brasil sofrerá alterações na programação a partir de segunda-feira (06/02). 


Às 09h00 haverá a estreia da nova temporada de “Sésamo” com exibição também às 13h30. 
O “Fique Ligado” que é exibido às 18h00 passará a entrar às 16h30. Já o “Sem Censura”, que é exibido às 16h00, agora entrará no ar uma hora mais tarde. A atração ganhará novo cenário. Às 18h00 haverá a estreia do programa “Cenário Econômico”. No mesmo dia, o canal estreará “Conversa com Roseann Kennedy”. Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), será entrevistada. 

Com informações da grade da emissora e da jornalista Patrícia Kogut

TV Cultura passará a ter medição de audiência do GfK

gfk-adia-estreia-na-medicao-de-audiencia-de-tv-5540bb06a4567.jpg

Após o fim da greve de funcionários que se arrastou por alguns dias, a TV Cultura deve anunciar uma nova parceria.

Segundo informações do mercado, a emissora está consolidando um acordo com o instituto alemão GfK, para aferir audiência.

A emissora pública fará parte do grupo composto por Record, SBT e RedeTV!, que já são clientes do instituto concorrente da Kantar/ Ibope.

#ForaCunha: SBT, Record, Globo e Band omitem Eduardo Cunha com seu jornalismo porcaria

emissoras-de-tv

As maiores emissoras do Brasil preferiram transmitir programas reprisados, filmes repetidos, conteúdos inúteis e pastores que compram horário em nome de Deus, ao invés de mostrar o processo de cassação de Eduardo Cunha PMDB-RJ, que começou na segunda (12), às 20 horas com uma hora de atraso, e terminou a maia noite de terça-feira (13). É lamentável que emissoras publicas omitam informações importantes para população brasileira. As únicas vias para se assistir a cassação, era pela TV Senado, que não tem cobertura em todo território nacional, ou pelos canais fechados de noticia.

A grande maioria não tem acesso a Canais Fechados, e o serviço publico se torna uma porcaria, quando essas emissoras lideradas por empresários com interesses pessoais. O Brasil ainda usa essas prestadoras como meio de se manterem informadas. Elas manipulam,  escondem e faz o que quiserem, e quem “emburrece” é a população. Pra quem o SBT, Record, Globo, Band e Rede TV! trabalham? Transmitiram de ponta a ponta o impeachment da Dilma Rousseff e do líder do maior esquema de corrupção, não fazem nenhuma menção ao vivo.

Eduardo Cunha foi cassado com 450 votos, e o tormento de 336 dias acabaram, e justiça ainda esta sendo feita. Estamos sendo manipulados pelo lixo do “jornalismo”.

fora-cunha-caabh8r

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa – Blog TV  Tudo

Pesando a balança ao inverso,

Tão mais pesada pra

“Direita”…

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

 

COI rejeita Temer e convoca Dilma abertura dos Jogos Olímpicos

image

Prestes a retornar ao cargo, a presidente eleita Dilma Rousseff foi convidada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para a abertura oficial das Olimpíadas 2016, que acontecerá na cidade do Rio de Janeiro no dia 05 de agosto.

Animada com a festa olímpica, Dilma se reuniu esta semana com o ministro afastado do Esporte, Ricardo Leyser, e a autoridade afastada para grandes eventos da pasta, Joel Benin, para detalhar a participação da presidente na cerimônia mundial.

De acordo com o site oficial dos jogos, serão 10,5 mil atletas de 205 países que competirão até o dia 21 de agosto. A expectativa é que 2 bilhões de pessoas assistam à abertura do evento.

O Brasil deverá receber durante os Jogos do Rio 2016 cerca de 100 chefes de Estado e de Governo.

A presença de Dilma na abertura do evento, portanto, significará o reconhecimento de sua legitimidade e o repúdio internacional ao golpe de Estado perpetrado pelo vice Michel Temer (PMDB).

A comissão do impeachment prevê votação sobre o afastamento definitivo ou não de Dilma no início de agosto. Por isso o desespero dos golpista em acelerar o golpe de Estado no Congresso Nacional.

Esmael Morais

Frio pesado aumenta audiência das emissoras de TV

image

O frio recorde em São Paulo, considerado o mais intenso dos últimos 22 anos, elevou o número de televisores ligados e os registros de audiência de praticamente todas as emissoras, de forma particular das três principais, Globo, SBT e Record.

Com informações de Flávio Ricco e da Folha de S. Paulo

Com crescente audiência, ‘TV Brasil’ apresenta um jornalismo imparcial

image

Um bom jornalismo com equilíbrio e informação
Enquanto a Globo tenta convencer, através de argumentos, que ela faz jornalismo imparcial, e, claro, não convence ninguém, a Band segue no caminho “tô nem aí!” É dura a vida de quem tenta se informar via televisão. Seja ela aberta ou a cabo, o fato é que, neste período que antecede ao golpe cada vez mais vivo no ambiente político, os empresários da comunicação entram numa luta insana para ver quem bajula mais, pauta mais o oficialismo dos golpistas sugerindo e queimando nomes para a composição do governo e, como última colaboração, se arvoram em destruir reputações dos que cercam Dilma.

Ao acordar pela manhã cumpro um ritual: abro a porta para pegar O Globo, o coloco no chão, ao lado do sofá, e vou ao café. Iniciar a leitura em jejum pode provocar úlcera, enjoo ou ânsia de vômito. Melhor não arriscar. Uma passada no Caderno de Esportes (aproveitando que o Botafogo é finalista do Carioca) e… pimba! Primeira página. Começa aí o martírio.

Leia também:
Jornalista do The Guardian, David Miranda dá a tréplica em bate-boca com João Roberto Marinho
TV Brasil faz crítica contundente ao jornalismo da Globo
TV Brasil vira febre entre os formadores de opinião
Credibilidade da TV Brasil começa a incomodar concorrência
TV Brasil vira febre entre os que defendem a democracia

Não há o que ler porque, o que está lá impresso é o enfadonho discurso proselitista que quer parecer jornalístico quando, na verdade, é campanha viciada e contaminada pelo golpismo. Assumir seu posicionamento, como fazemos modestamente em Conexão Jornalismo, seria salutar. O nosso leitor/internauta sabe da nossa vocação democrática e popular que estará sempre ao lado das conquistas sociais e direitos individuais. E não fazemos isso por vocação democrática, apenas. Fazemos porque entendemos que a honestidade é elemento essencial para mantermos nosso diálogo com quem nos acessa. Não vamos enganar jamais.

Defendemos, abertamente, políticas de governo que atendam a maioria pobre (Bolsa Família, Mais Médicos e cotas nas universidades), defendemos o casamento livre entre homossexuais ou heterossexuais e o direito de escolha da mulher sobre o prosseguimento ou não da sua gravidez. Ponto pacífico. A liberdade religiosa, para nós, é tão importante quanto o direito a livre expressão. E só somos intolerantes com os intolerantes.

Mas a falta de opção em jornais, no Rio de janeiro, nos impõe, por ora, O Globo. O Dia, jornal pelo qual temos toda a simpatia e reconhecemos a importância, precisa de ajuda financeira para se manter – e, como jornalistas, temos que buscar um plano para fazê-lo. Urgentemente.

Mas é a TV o grande problema atual na Comunicação. A Band é algo que soa patético tamanha a sua vontade em agradar ao futuro patrão – o dinheiro que chega em publicidade faz dela uma espécie de cliente em assessoria de imprensa. A Globo tem dispensado apresentações neste campo. As demais, Record e SBT, a gente não precisa citar. A primeira com o populismo doentio que criminaliza pobres e defende a pena de morte de maneira subjetiva – quando não o faz claramente. E a segunda… é difícil até lembrar que exista. Sílvio Santos nunca respeitou o jornalismo na sua concessão.

Por sorte hoje temos a TV Brasil. É plural, dá notícia variada e faz um modelo de jornalismo que gostaríamos que tivesse a força de uma Zika, Chikungunha, dengue, inflação, discurso golpista na TV. Que o bom jornalismo fosse também viral. Tanto à tarde quanto no jornalismo noturno, a TV Brasil tem dado aula de respeito ao telespectador. Uma satisfação.

Lista de filmes da TV Brasil vai exibir no período de 1 a 10 de abril de 2016.

image

programado o filme “Os Caras da Esquina“, da Costa Rica.

Neste sábado (2), às 22h, a emissora traz o longa brasileiro “Hércules 56“. Já à 0h15, estreia o documentário panamenho “Herói Transparente“. Em seguida, à 1h15, o destaque é o drama nacional “Nove crônicas para um coração aos berros“.

Neste domingo (3), às 16h30, o canal apresenta a comédia “Jeca e seu filho preto“, com Amácio Mazzaropi. Já à noite, à 1h30, a atração é o longa brasileiro “Questão Moral“, com grande elenco.

De segunda (4) para terça (5), à 1h, o documentário cubano “A Ilha e os Signos” traça um panorama sobre a vida e obra do cartógrafo Samuel Feijóo.

De terça (5) para quarta (6), à 1h, o filme equatoriano “O Segredo da Luz” revela a história de vida do explorador sueco Rolf Blomberg que viajou pela América do Sul.

Já de quarta (6) para quinta (7), à 1h, vai ao ar o documentário “O voo de Azacuán“, da Guatemala.

Na quinta (7), às 19h, o documentário “As Lutas de Adriana” apresenta a história de Adriana dos Santos Araújo, a primeira atleta brasileira a ganhar uma medalha olímpica no boxe nos Jogos de Londres em 2012. De quinta (7) para sexta (8), à 1h, é a vez do longa mexicano “A Nação Interior“.

De sexta (8) para sábado (9), à 1h, o longa da Nicarágua “Miskitu” mostra os desafios de um povo indígena da América Central.

No sábado (9), às 15h, a TV Brasil estreia o documentário nacional “Rainha Hortência & Magic Paula” sobre a genial dupla do basquete feminino brasileiro na década de 1990. À noite, às 22h, a emissora exibe o drama “Paula, a história de uma subversiva“, dirigido por Francisco Ramalho Jr. Mais tarde, à 0h15, vai ao ar o filme paraguaio “Fora de campo“. Em seguida, à 1h15, o destaque é o premiado drama brasileiro “Em teu nome“, de Paulo Nascimento.

Por fim, no domingo (10), às 16h30, é exibida a comédia nacional “O Grande Xerife“, protagonizada pelo humorista Amácio Mazzaropi. Mais tarde, à 1h30 da madrugada, entra em cartaz o documentário “Kátia“.

Programação TV Brasil para esta terça-feira, dia 5 de abril.

image

O poeta cearense Adriano Espínola participa do programa Arte do Artista, à meia-noite. Além de falar sobre a recém-lançada antologia “Escritos ao Sol”, o escritor reflete sobre a difusão da obra de autores regionais no bate-papo com o conterrâneo Aderbal Freire-Filho.

Já às 19h, o Expedições investiga a lenda doboto-cor-de-rosa no famoso ‘encontro das águas’ entre o Rio Negro e o Rio Solimões. A equipe de programa também entrevista ribeirinhos que contam histórias sobre o boto e biólogos para revelar estudos com o mamífero.

Em seguida, às 19h30, a apresentadora Liliane Reis entrevista o ator Eduardo Tornaghi noEstúdio Móvel. O programa traz uma conversa com artistas que buscaram na simplicidade um novo rumo para suas vidas.

Telespectadores estão trocando jornais da Globo pela TV Brasil

TV_Brasil_logo

 

Há algum tempo vinha escutando as pessoas falarem sobre as qualidades da TV Brasil. Mas, telespectador ranzinza que sou, que prefere ver algo ruim para poder falar mal, resisti. Ontem, durante as manifestações populares em 26 estados do país, ouvi muita gente falando: “bota na TV Brasil!” Obedeci.

A sensação é a de que estava em um ambiente transgressor ao extremo que logo seria invadido pela Polícia Federal ou militares golpistas. Sensação de viver em outro mundo, portanto. Bons analistas, críticos, jornalismo livre e uma cobertura ampla e opinativa como há muito não se vê na TV Aberta. Conduzido por Guilherme Menezes, o âncora com quem pude dividir as ruas nos idos dos anos 80/90, em cansativos plantões de sequestros, o jornal levou para debater muita gente boa. Destaques para Tereza Cruvinel e Paulo Moreira Leite.

Links com as mais diversas capitais do país, abordagem clara e sem preconceitos partidários, áudio aberto para ouvir as vozes das ruas e nenhuma preocupação em macular a imagem do movimento. Ao contrário: dava ás 26 manifestações de capitais a importância que tiveram: mais de 800 mil pessoas nas ruas, segundo organizadores, é um universo que em planeta algum pode ser ignorado.

A TV Brasil fica no canal 18 da Net e no 166 na Sky. O jornal começa hoje às 21h30. Vale a pena ver. E sobre o prazer de falar mal da concorrência… a gente supera!

Por Fábio Lau – Conexão Jornalismo.

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

“Programa Tribuna” tem crescimento de 11% em abril e vence boa parte das emissoras UHF

TRIBUNA INDEPENDENTE dsc_0139_site

O ‘Tribuna Independente” apresentado pelo Dalcides Biscalquin na Rede Vida, teve um crescimento de 11% em audiência no mês de abril, segundo dados do instituto.

Já ultrapassou à TV Gazeta, Record News, TV Brasil, CNT e começou bater sem dó na RedeTV! News, principalmente no telejornal. No duelo das 21h30 às 22h, na terça passada semana passada 0.4 de média contra 0.2 do noticiário por diversos momentos.

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

Veja o consolidados das emissoras UHF nesta quinta-feira – (21/05/15)

claro-tv-som-e-imagem-qualidade-digital

Alguns programas conseguiram romper a barreira de 1 ponto no ibope nesta quinta-feira (21). Na Rede Vida, ”Missa”, ”O Terço”, ”Vida Melhor”, ”Tribuna Independente” e ”Escolhas da Vida” foram os top 5. A Record News conseguiu atingir bons números pela manhã; a Rede Brasil pontuou com os seriados.  A TV Brasil teve o melhor desempenho à noite.

Confira os consolidados:

rede-vida

REDE VIDA

Missa no Santuário do Divino Pai Eterno: 0.4
Programa do Pai Eterno: 0.2
Hora de Brincar: 0.3
Novena do Perpétuo Socorro: 0.4
Missa de Aparecida: 0.7
Filhos do Pai Eterno: 0.4
Programa do Pai Eterno: 0.4
Escolhas da Vida: 0.4
Terço Bizantino: 0.2
Rosário da Vida: 0.3
Vida Melhor: 0.3
Novena do Perpétuo Socorro: 0.4
Filhos do Pai Eterno: 0.3
Encontro com Cristo: 0.3
Terço Bizantino: 0.4
O Terço Gozoso: 0.8
JCTV: 0.3
Momentos de Reflexão: 0.3
Missa no Santuário da Vida: 0.7
Filhos do Pai Eterno: 0.4
Tribuna Independente: 0.3
Jornal da Vida: 0.2
Caminhos com Gabriel Chalita 0.4

Record-Novo-Logotipo_Record-News_rede_record_001

RECORD NEWS

Ponto de Luz: 0.0
Record News Rural: 0.1
Hora News: 0.2
Fala Brasil: 0.3
Record News Paulista: 0.2
Hora News: 0.2
Escola do Amor Responde: 0.0
Hora News: 0.0
Zapping: 0.0
Hora News: 0.1
Record News Paulista (reprise): 0.1
Hora News: 0.1
Eco Record News: 0.1
Jornal da Record News: 0.2
Zapping: 0.0
David Letterman: 0.3
Jornal da Record (reprise): 0.1

rede-brasil-logo2014b

REDE BRASIL

Cine Rede Brasil: 0.1
Ilha da Fantasia: 0.1
Perdidos no Espaço 0.1
O Homem do Rifle: 0.2
A Família Addams: 0.2
Os Três Patetas: 0.1
Sessão Desenho (Mr. Magoo e Pantera Cor-de-rosa): 0.1
Rede Brasil Notícias (reprise) 0.0
Falando ao Coração: 0.0
Programa Vitória em Cristo: 0.1
A Tarde é Show (reprise): 0.1
Página 1: 0.0
TV Verdade: 0.0
Curtas e Quentes: 0.0
Sinais do Sagrado: 0.0
A Tarde é Show – Ao vivo: 0.0
Ateliê na TV: 0.2
Zorro: 0.2
Rede Brasil Notícias: 0.0
Agente 86: 0.1
Séries de Ouro: Baretta: 0.1
Papo Vip (com Amanda Françozo): 0.1

tv-brasil1

TV BRASIL

Dango Balango: 0,1
Historietas Assombradas: 0.1
O Pequeno Einstein: 0.0
Estúdio 24: 0.0
Repórter Brasil Tarde: 0,1
Faixa Infantil: 0.1
Detetives do Prédio Azul: 0.1
Sem Censura: 0,1
+ Ação : 0,1
Estúdio Móvel: 0,1
Venha ver o mundo: 0,1
Karkú: 0,1
Oncotô ?: 0.1
Retratos da Fé 0.3
Repórter Brasil Noite: 0.1
Caminhos da Reportagem: 0.3
Rossella: 0.2
Provocações: 0.3