RecordTV modifica grade, cria telejornal local e volta a exibir “Os Dez Mandamentos”.

A Record fará uma mudança drástica em sua programação na primeira semana de agosto. A emissora planeja estrear em toda rede um novo telejornal local, que em São Paulo se chamará SP Record, no Rio será RJ Record e assim por diante. Também vai reprisar o maior sucesso de sua teledramaturgia, “Os Dez Mandamentos”, antes da novela das 19h30.
A criação destas duas novas faixas vai implicar em uma redução do “Cidade Alerta”, hoje exibido entre 16h45 e 19h40. O programa policial, que tem sido apresentado por Luiz Bacci na ausência de Marcelo Rezende, vai terminar às 18h15. Na sequência virá o “SP Record”, depois “Os Dez Mandamentos” e, a partir da última semana de julho, “Belaventura”, a novela que sucederá “A Escrava Isaura”.
O novo telejornal local terá duração entre 25 e 30 minutos. Na próxima semana devem começar gravações de pilotos. Ainda não há definição sobre quem vai apresentar o “SP Record”.
Com a volta de “Os Dez Mandamentos”, a Record passa a exibir cinco novelas por dia – hoje são quatro (“Ribeirão do Tempo”, “Vidas em Jogo”, “A Escrava Isaura” e “O Rico e Lázaro”.

Este conjunto de mudanças, oficialmente, busca reforçar a grade noturna da emissora.

Os 32 anos desde estreia de “A Gata Comeu” – Sinopse, Audiência, Repercussão, Elenco…

Há 32 anos, estreou A GATA COMEU, que temos o prazer de rever no Viva. A novela está em sua reta final, e tenho algumas considerações. 

.

É uma trama infanto-juvenil, ou seja, sem compromisso com verossimilhança, por isso releva-se tanta viajada no roteiro, afinal, é quase uma história lúdica. 

.

Para mim, os melhores casais são Oscar-Ceição e Tetê-Gugu, me divirto muito! 

O pior casal é sem dúvida Edson-Lenita, insuportáveis, os dois, em todos os sentidos, desde o início. 

.

Ivete mudou completamente de perfil e personalidade, é outra personagem. 

Paula era muito melhor como antagonista, mas acho divertido ela e Tony. 

.

As crianças são ótimas, em especial Cuca e Adriana, duas gracinhas. Verinha sempre foi a mais fraca, mas reconheço que melhorou muito se comparada com o início. 

O romance entre Jô e Fabio não é isso tudo, a novela não se sustenta só com eles. Mas Torloni arrasa no papel.

 

TV Globo bomba com reclamações por causa de “A Força do Querer”; entenda o caso!

Glória Perez (Foto: Divulgação)

Os moradores de Belém, capital do Pará, não estão nada satisfeitos com a atual novela das 21h da Globo, ‘A Força do Querer’, da Glória Perez.

 

Os cidadãos não estão gostando nada de como a cidade está sendo retratada na trama, no núcleo protagonizado por Isis Valverde e Marco Pigossi, e que a Globo está trocando as bolas em relação as regiões.
Para eles, o sotaque usado é o nordestino, as expressões são erradas, e a música de Ritinha (Isis Valverde) não deveria ser forró. As reclamações foram tantas que chegaram aos ouvidos de Glória Perez.
Procurada pelo jornalista Fernando Oliveira, a Globo informa que a novela não se passa exatamente em Belém, mas na fictícia Parazinho. E a história é uma ficção sem compromisso de ser fiel com a realidade.
Vale dizer que a autora Glória Perez sempre retrata de forma bem distante da realidade suas tramas, principalmente em outros países. No entanto, com a novela 100% nacional, a história já é outra, pois fica mais fácil de notar essas incongruências.

“Novela “Novo Mundo” exibe erros absurdos de linguagem. 

Nota zero para o festival de sotaques na novela das 18 horas “Novo Mundo”. Como se já não bastassem os 500 da figuração interpretando gírias, vimos o protagonista falando: “quer ficar comigo?” e “quer namorar comigo linda?”, isso é uma novela de epoca, ou “Malhação”? 

No primeiro capítulo apareceu um chinês. Ele falava português, mas sem os “erres”. 

Em relação a Dom Pedro, prefiro o Marcos Pasquim em “O Quinto dos Infernos”, que em 2017 foi xerocado.

.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa.

SBT já analisa Larissa Manoela como vilã de nova novela.


O SBT tem discutido a permanência de Larissa Manoela no elenco da próxima novela do SBT, escrita por Iris Abravanel. Ela, que antes não estava cotada para o trabalho, voltou a fazer parte do projeto. O que é discutido para Larissa é dar a ela a oportunidade de ser uma vilã. Ainda sobre Larissa, a atriz não pode ser a protagonista, porque a sua idade não permite isso.