Record‬ acaba de anunciar a reprise de ‪”Chamas Da Vida”‬ como substituta, de ‪”‎Dona Xepa‬”

CHAMAS DA VIDA per_03

Chamas da Vida foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Record, entre 8 de julho de 2008 e 28 de abril de 2009, às 21h45, totalizando 253 capítulos.

É de autoria de Cristianne Fridman, em colaboração com Paula Richard, Renata Dias Gomes, Camilo Pellegrini e Nélio Abbade. A direção é de Roberto Bomtempo, Rudi Lagemann e Rogério Passos, e a direção geral, de Edgard Miranda.

Contou com Juliana Silveira, Leonardo Brício, Bruno Ferrari, Amandha Lee, Juliana Lohmann, Dado Dolabella, Andreia Horta, Victor Hugo, Claudiana Cotrim, Rafael Queiroga, Roger Gobeth, Luíza Curvo, Antônio Grassi, Jussara Freire, Lisandra Parede, André Di Mauro, Letícia Colin e Lucinha Lins nos papéis principais.

Está sendo reprisada desde 31 de agosto de 2015 no Investigação Discovery às 19h30 com horário alternativo durante toda a semana, a partir do meio-dia e meia.

Será reapresentada em Outubro de 2015, por sua emissora original substituindo Dona Xepa ás 15h45.

Audiência e repercussão

A novela Chamas da Vida não terminou em março de 2009, como inicialmente previsto. Com a alta audiência da novela, a Record esticou Chamas da Vida até 28 de abril de 2009, então, Chamas da Vida totalizou 253 capítulos.

Chamas da Vida foi considerada uma das melhores telenovelas já produzidas pela emissora Rede Record, ao lado de Essas Mulheres, Cidadão Brasileiro e Vidas Opostas. O Blog TV Tudo informa que a novela foi particularmente popular em Fortaleza e no Rio de Janeiro, cidades onde a Record chegou a superar a média de audiência da TV Globo..

A abordagem do tema da pedofilia através do polêmico vilão Lipe (interpretado por André Di Mauro) causou uma grande repercussão [7] e fez com que a novela alcançasse altos índices de audiência, como na cena de perseguição ao pedófilo que rendeu a melhor audiência de Chamas da Vida, o capítulo exibido dia 12 de novembro de 2008 entre 22h29 e 23h28 obteve média de 19 pontos, pico de 21 pontos e 31% de participação (share).[8] .

A emissora portuguesa RTP1 exibiu a trama entre 2 de março de 2009 e meados de 2010 às 14h15, substituindo Amor e Intrigas, cujos últimos capítulos foram ao ar logo após, às 14h45. A estreia portuguesa da trama marcou 4,4% de média e 33,6% de share (número de aparelhos ligados). Para efeito de comparação, segundo a mesma nota, Feitiço de Amor e Flor do Mar, as duas novelas mais assistidas em Portugal, têm, respectivamente, 15,1% e 15,2% de média acumulada até a data.[9] .

A novela voltou a ser exibida em 31 de agosto de 2015 pelo canal Investigação Discovery.[2]

Deputado Romário descamara colunistas da Revista Veja

deputado romario

Galera,
Estou até agora aguardando uma resposta dos repórteres, editores e da revista Veja sobre o extrato falso de banco que eles usaram para divulgar que eu tinha uma conta milionária na Suíça. Avisei aos repórteres Thiago Prado e Leslei Leitão que era mentira, mas mesmo assim eles levaram a matéria adiante, assumindo a responsabilidade da publicação. Então, eles devem responder agora. De onde veio o documento? Está mais que na hora dos veículos de imprensa, tão essenciais para nossa democracia, assumirem a responsabilidade pelas informações publicadas.

Neste caso, sendo um documento falso, o sigilo da fonte não é garantido. Eles têm que revelar qual a origem do documento.

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

Marcelo Rezende no “Cidade Alerta” manda indireta para Datena

 

CIDADE ALERTA MARCELO REZENDE cidade-2

Parece que o Marcelo Rezende não cansa da zoeira e adora cutucar os concorrentes, hoje (30). jogou o que pareceu uma indireta, ao seu concorrente na Band, Jose Luiz Datena, logo depois de o próprio anuncia sua candidatura a prefeitura de São Paulo.

Confira o Rezende diz:

“Olha, virou moda se candidatar, vou usar o Percival como meu vice, vamos mandar todo mundo embora da prefeitura e ficar só nos dois. Vamos Percival? Cansei desse diretor, dos repórteres que não me respondem, e esse menino do botão. Vamos? Cada uma que a gente vê na TV”

Datena afirmou que o deputado estadual e delegado Antonio Assunção de Olim será seu vice. Segundo ele, duas personalidades identificadas pela sociedade brasileira com a segurança pública.

Datena informou ainda que, mesmo se for procurado, não haverá espaço para coligações com outros partidos. Datena ainda falou sobre o peso de governar a cidade de São Paulo e disse que poucos conhecem tão bem os problemas da cidade como ele.

Gustavo Vidal Blog TV Tudo Inferno TV  TVT

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

Transmitido pela Record, Revista Veja desqualifica atletas do Pan 2015 em reportagem

VEJAGLOBO VEJA GLOBO 0c4c93de32b346b4cb6635

A Rede Record respondeu, por meio de texto publicado em seu site dedicado aos Jogos Pan-Americanos de Toronto, a uma matéria publicada este mês pela revista Veja, da Editora Abril, cujo conteúdo criticava o “valor” do evento. A reportagem intitulada “Para que serve um Pan?” dizia que as competições são úteis “para pouca coisa”.

LEIA MAIS
Repórter da Record erra nome de jogadora da seleção feminina duas vezes

A resposta da Record veio com um texto cujo título era “Para que serve a Veja?”, e mostrava a história de atletas de origem pobre, filhas de um traficante morto em confronto com a polícia no Rio de Janeiro, que superaram dificuldades e conquistaram uma medalha de prata no Pan de Toronto, um feito inédito para o Brasil.

A argumentação da Veja se baseava em dizer que os principais países, como EUA, Canadá e Brasil, não mandaram seus principais atletas aos Jogos Pan-Americanos de 2015, e, por isso, a competição não teria valor. A reportagem ainda defendia que grandes nomes do esporte, como o maior medalhista olímpico de todos os tempos, o nadador Michael Phelps, nunca disputaram o Pan.

“Com a arrogância de quem se acha detentora de todas as verdades, Veja quer agora sepultar sonhos, desprezar as mais incríveis histórias de superação e esforços e atrapalhar quem persegue suados patrocínios e parcos incentivos governamentais”, disse a reportagem da Record, assinada pelo jornalista Celso Fonseca.

Citando atletas que conseguiram medalhas no Pan em Toronto, a Record manda mais um recado à revista. “Seria como se perguntar: Para que serve a luta de Isaquias, Marcel, Rafaela, Luana e Lohaynny? Não seria melhor perguntar, então: Para que serve a Veja?”.

torcedores.com

 

Sucesso de audiência, novela “Os Dez Mandamentos” é homenageada pela Câmara Municipal do RJ

OS DEZ MANDAMENTOS 3068_8522930815816518202_n

Sucesso de audiência, novela Os Dez Mandamentos é homenageada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A autora, Vivian de Oliveira, ganhou o título de Cidadã Honorária do município carioca.

CURTA A NOSSA PAGINA NO FACEBOOK

Curto

Ao vivo, Ricardo Boechat responde Malafaia: “Vai procurar uma rola”

RICARDO BOECHAT de-mulher-inocente-ricardo-boechat-manda-indireta-para-rachel-sheherazade1399400584

Na manhã desta sexta-feira (19), o jornalista se defendeu das provocações do pastor, que o acusou de “falar asneira no programa de rádio”.  “Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia”, reagiu o apresentador. Ouça

Por Redação

Em seu programa na rádio BandNews FM, o jornalista Ricardo Boechat respondeu, na manhã desta sexta-feira (19), a provocações feitas pelo pastor Silas Malafaia no Twitter. “Ô, Malafaia, vai procurar uma rola”, disse, durante a transmissão.

Mais cedo, Malafaia havia desafiado Boechat por meio da rede social a um “debate” para que ele “parasse de falar asneira”, chamando-o ainda de “falastrão”. Segundo o religioso, o jornalista teria dito, nesta semana, que pastores evangélicos “incitam fieis a praticar a intolerância”, em meio a comentário sobre o caso da menina de 11 anos apedrejada no Rio de Janeiro por vestir trajes do Candomblé.

SILAS MALAFAIA

Boechat, então, defendeu-se. “Ô, Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, um paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar pelo que eu acabei de falar, porque é isso que você faz. Você gosta muito de palanque, e eu não vou te dar palanque porque você é um otário”, afirmou.

A resposta do apresentador não parou por aí. “Em nenhum momento – é pegar as minhas falas que estão todas gravadas – eu disse qualquer coisa que generalizasse esse comentário. Até porque, diferente de você, não sou um idiota. Você é homofóbico, uma figura execrável, horrorosa, e que toma dinheiro das pessoas a partir da fé”, adicionou.

“Eu não sou rico porque tomei dinheiro das pessoas pregando salvação depois da morte. O meu salário, meus bens, meus patrimônios vieram do meu suor, não do suor alheio”, completou Boechat. “Você é um charlatão, cara, que usa o nome de deus, de cristo para tomar dinheiro de fieis. Você é tomador de grana, você e muito outros.”

Para finalizar, o âncora do Jornal da Band garantiu não temer represálias orquestradas por Malafaia. “Não tenho medo de você não, seu otário. Vai procurar uma rola, repetindo em português bem claro.”

Ouça:

Revista Fórum

Jô Soares foi ameaçado de morte após entrevistar Dilma Rousseff

 

3625262920-jo-soares-morra

Criticado por ter entrevistado a presidente Dilma Rousseff (PT), Jô Soares foi ameaçado de morte. A rua do também artista amanheceu com a inscrição “Jô Soares morra”, nesta sexta-feira (19).

Ao jornal Folha de S.Paulo, Jô ironizou a situação:”Ainda bem que não marcaram a data”, disse.
A entrevista, realizada no Palácio do Alvorada e não no estúdio do programa televisivo, foi transmitida pela Rede Globo na última sexta-feira (12).

Nela, Dilma mostrou um lado mais humanista. “Eu tenho que aceitar que (algumas) pessoas não gostam do que eu faço, mas se você quer saber se eu fico triste, eu fico. É aquele negócio, ninguém é de ferro”, desabafou a mandatária.

O escritor Fernando Morais repercutiu a notícia pelo Facebook. “Acabam de me mandar a foto de uma pichação (pichação?) na calçada de sua casa, onde algum tarado escreveu “Morra Jô Soares” – certamente por causa da entrevista que ele fez com a Dilma. Essa barbaridade só me faz ser mais fã, amigo, leitor e espectador do Jô. Viva o gordo!”, escreveu.

Uol