‘Vídeo Show’ fracassa e ex-repórter fala em ‘racismo’ em sua demissão.

Aline Prado, que ficou no programa entre 2015 e 2017, comentou as novas contratações e criticou a falta de diversidade na atração.
.
Aline Prado ficou no programa entre 2015 e 2017
Reprodução
A vida do “Vídeo Show” não anda nada fácil. A estreia do novo time da atração, recheado de ex-BBBs, peça pela falta de experiência e estilo jogral de apresentação.

Nem os milhões de seguidores que cada uma das novas apresentadoras têm nas redes sociais foi capaz de garantir uma boa audiência em

seus primeiros dias no ar. O programa ficou em segundo lugar no horário, atrás da RecordTV e quase perdeu também para o “Chaves” no SBT.

Para completar, a primeira e única negra a integrar o time de apresentadores/repórteres do Vídeo Show resolveu desabafar nas redes sociais.

Alinne Prado, que participou do programa entre os anos de 2015 e 2017, falou em ‘racismo’ ao comentar a sua demissão e denunciou a falta de diversidade da atração.

“Não é nada contra as meninas do Vídeo show. Inclusive as sigo e sou fã delas. É contra a colonização do nosso imaginário. Só podemos aparecer na TV se for em situação de subserviência e sofrimento. E sempre como cota. É contra acharmos que não existe racismo. Que tudo isso é mimimi. Enquanto os não negros cruzarem os braços e fecharem seus olhos para isso, continuaremos a ser amordaçados, chicoteados, invizibilizados e mortos. Precisamos de aliados nessa luta. Precisamos de você!”, escreveu Alinne no Instagram.

“Apesar de ser a primeira negra a sentar na bancada do programa, fui demitida sob a justificativa de que, apesar de gostarem muito do meu trabalho, precisavam de alguém mais ‘neutro’ (sic) do que eu. E como estavam passando por uma crise, eles precisavam enxugar o quadro de repórteres (que depois da minha saída aumentou). Nunca falei disso publicamente, mas me dói demais ver isso acontecer”, disse a ex-apresentadora da Globo em seu desabafo em que responde uma seguidora que comentou sobre a falta de diversidade no programa”, disse ela.

Verdade seja dita, não é de hoje que o “Vídeo Show” amarga derrotas para a RecordTV no horário, perdendo com uma certa frequência para a “Hora da Venenosa” no “Balanço Geral”.

No entanto, desta vez, a audiência despencou e a direção já pensa em mexer no programa de novo ou tirá-lo de vez do ar.

Autor Manoel Carlos trabalha nos roteiros de ‘Castelo de Areia’.

Minissérie, de 10 capítulos, ainda não tem previsão de estreia.

Longe da TV desde o fim de Em Família, Manoel Carlos está trabalhando no roteiro da minissérie Castelo de Areia.

O autor de novelas define o trabalho como tiro curto, por ter aproximadamente 10 capítulos.

Porém, a Teledramaturgia da Globo ainda não se manifestou quando o projeto vai ao ar. Recentemente, Maneco, como é chamado no meio artístico, foi fotografado ao lado de Glória Perez, que assumiu o cargo de supervisão de texto de séries.

Com informações de Flavio Ricco, do UOL.

Renata Sorrah pode ficar de fora da novela ‘O Sétimo Guardião’.

Globo quer um homem defendendo um papel de transexual.
.
Após desistir de ressuscitar a personagem Nazaré, o autor Aguinaldo Silva havia anunciado que escreveria outro papel para Renata Sorrah. Recentemente, o dramaturgo confessou um novo desejo: trazer a atriz no papel de um transexual.

De acordo com informações da jornalista Keila Jimenez, nos bastidores corre que o problema é que a direção da emissora, mais precisamente o manda-chuva da dramaturgia, Silvio de Abreu, não quer uma mulher como trans em O Sétimo Guardião e sim um homem. O personagem será do mal, uma grande aliada da vilã vivida por Lília Cabral no folhetim.

Segundo Cristina Padiglione, Aguinaldo tem se dedicado intensamente à produção dos capítulos. A novela já está em fase de pré-produção e escalação de elenco, sob a direção artística de Rogério Gomes. A estreia está marcada para o mês de novembro.

Foto mostra 1º encontro de João Vicente e elenco de ‘Espelho da Vida’.

Novela tem estreia prevista para setembro.

João Vicente de Castro, que dará vida a um dos vilões de Espelho da Vida, postou uma foto no Instagram ao lado de Vitoria Strada, que viverá a mocinha, e do diretor Pedro Vasconcellos.

A novela das seis, com assinatura de Elizabeth Jhin, tem estreia prevista para o mês de setembro, provavelmente no dia 25. A trama levará seus principais personagens a viajarem pelo tempo por meio de fundamentos religiosos e fantásticos.

No elenco da novela também estão confirmados: Irene Ravache, Reginaldo Farias, Emiliano Queiroz, Julia Lemmertz, Felipe Camargo, Ângelo Antônio, Vera Fischer, Bete Coelho e Suzana Faini.

Estupro, racismo e morte não chocam, mas um beijo sim. Parabéns a novela ‘O Outro Lado do Paraíso’

Não vislumbro um mundo melhor, so acreditamos.
.
Na novela ‘OOutroLadoDoParaiso’, teve criança vendo prostituta, bordel, pedofilia, assassinato, estupro, agressão física, suborno, corrupção, alcoolismo, racismo, homofobia, xenofobia, intolerância religiosa, humilhação, assédio sexual, roubo, esquartejamento, drogas, mentira, porte ilegal, sodomia, xingamento, desgraças e só no beijo entre dois homens, a “família tradicional” achou que ela poderia ser influenciada negativamente?

Hipocrisia de bosta, sociedade imbecil, fascismo barato; tantas coisas piores e nojentas sao exibidas até na sua vida pessoal, e tantos comentários homofóbicos, pra justificar uma vida limpida, que os preconceituosos nao tem.

Nao se preocupe com a demonstração de AMOR, porque esse sentimento vai sempre prevalecer a sua vontade. Ah! Não envolva Jesus e Deus, nessas suas previsões apocalípticas. Se ele nao voltou no holocaustro, nao vai ser por causa de uma novela da #Globo, escrita por um ateu, que ele vai retornar.

Acho que as divindades, tem mais o que fazer, do que ficar recolhendo preces de um bobao! Viva a sua vida, ela deve ter problemas demais, pra ter tempo de tecer comentários desse nível.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa

Audiência: Cobertura do incêndio e desabamento de prédios em São Paulo – SP (Prévias – 01/05)

Cobertura do incêndio e desabamento de prédios em São Paulo – SP (Prévias – 01/05).

✓ Hora Um (3h58 às 6h01) 3,7 X 3,3 SBT
✓ BDSP 7,2
✓ Bom Dia Brasil 9,2
✓ Mais Você 10,0
✓ Bem Estar (Plantão) 11,1
✓ SP1 Especial (10h43 às 13h20) 14,8
✓ JH (13h20 às 14h16) 16,9

✓ Fala Brasil 7,3
✓ Hoje em Dia 5,8
✓ Balanço Geral 8,2
✓ Cidade Alerta 11,5 (15 de pico).

✓ SBT Notícias (1h36 às 5h59) 3,6
✓ Primeiro Impacto 3,2

✓ Brasil Urgente 5,1

Movimento critica TV Globo por não escalar atores negros para “Segundo Sol”, substituta de ‘O Outro Lado do Paraíso’.


A escalação de atores feita pela Globo para “Segundo Sol”, próxima trama das 21h que estreia no próximo dia 14 de maio, tem dado o que falar. Ambientado na #Bahia, o folhetim de João Emanuel Carneiro aposta em nomes conhecidos do público para os papéis principais – e isso incomodou muita gente.

Nas redes sociais, muitos justificam o fato de que, por conta da novela passar em um estado onde grande parte da população é negra, o canal carioca teria que priorizar atores e atrizes negros, e não chamado Emílio Dantas e Giovanna Antonelli para os papéis principais, por exemplo.

A polêmica foi tanta que uma página no Facebook reuniu o nome de vários profissionais negros que foram deixados de lado durante a escalação da trama. “Tá aí, alguns outros atores também talentosos que poderiam ter sidos escalados para #SegundoSol! Agora se você não vê problema na escalação de uma novela que retrata um estado com 80% da população negra e a escalação tem 80% de brancos. Ai o problema é totalmente seu: Se vire com seu preconceito!”, diz a publicação.

Apesar do manifesto, intitulado “#EuPoderiaEstarNaNovelaSegundoSol”, a iniciativa não levou em consideração que grande parte dos profissionais apontados já está comprometida com outros trabalhos na televisão, enquanto outra, atualmente, sequer faz parte do quadro de profissionais da Globo.