João Gordo: “Nunca votei no Lula, mas agora vou votar. Do jeito que a coisa está indo, em 2039 a suástica vai ser moda, sim”.

João Gordo deu entrevista ao Uol e disse que “os idiotas se juntaram”:
.
“Nunca votei no #Lula, mas agora vou votar. Porque, do jeito que a coisa está indo, em 2039 a suástica vai ser moda, cara. Vai ter pijaminha de suástica. Óculos de suástica. A bandeira do #Brasil vai ter uma suástica vermelhona. Depois que fizeram um monte de bosta, o brasileiro está complemente tomado, manipulado por isso aqui [aponta para o celular]. Está tudo polarizado. Os idiotas se juntaram”, declarou.

“O que o cara fala no celular hoje é o que falava sozinho em casa, no bar com o amigo. De repente começaram a ver que tinha um monte de gente que pensava igual. Eles começaram a se juntar nesse movimento fascistão. Você vê o monte de babaca que tem por aí. E o negócio é isso aí. #Bolsonaro no seu rabo, meu irmão. Não duvido nada que daqui a pouco haja suástica para tudo que é lado. Em boca fechada não entra mosquito. Nego vai começar a sumir.”

Marcao, Rachel, e Danilo: SBT tem um estoque de racistas no seu elenco.

Marcao: – Pé de macaco, Rachel: “Não podemos condenar Waack”, Danilo: – “Não sou negro, graças a Deus”…

Da série, “gosto de um discurso racista, mas não sou racista, sou SBT”. Pegando a aba do racista William Waack, a emissora do Silvio Santos poderia contratar, o Sr. “Isso é coisa de Preto”.

.

Depois o SBT não sabe porque os grandes anunciantes não se animam com a emissora. Já pensou que o motivo pode ser estes embustes? que ate vendem a alma a criminosos, porque tudo pra eles é uma vingança política. No caso do Waack, ele cometeu um erro sim, nos erramos sim, merecemos o perdão sim, mas independente do tudo, nenhuma empresa decente tolera esse tipo de comportamento. Racistas, misóginos, xenófobos, machistas, e qualquer vertente de preconceito não deve ser tolerada, ainda mais pra um jornalista, numa emissora de concessão pública.

.

Não vamos nem nos aprofundar no caso do Jorge Lafon, vulgo Vera Verão de “A Praça é Nossa”, onde foi retirado do palco ao vivo – pelo diretor – do “Domingo Legal”, ainda na época do Gugu, porque o Padre Marcelo Rossi ia ser apresentar, amém. Numa emissora querida pelo seu dono, onde Marcão do Povo fala, Rachel defende e Danilo Gentili faz piada racista, sou tá faltando contratarem o William Waack.

.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa – Blog TV Tudo –

Dilma lidera e senadores pro-impeachment fracassam em pesquisa.

Os senadores de SP, que lideraram o “Impeachment” aparecem nas últimas colocações em pesquisa.

Parece que os senadores Marta Suplicy (PMDB-SP) e Aloysio Nunes (PSDB-SP), tomaram um susto a aparecerem nas últimas colocações na última pesquisa do Instituto Paraná, os dois lideraram o impeachment contra a Dilma, que no caso da petista, lidera as intenções de voto, veja as projeções:

SP:

Neste cenário, Geraldo Alckimin do PSDB aparece com 34%, Celso Russomano PRB 30%, Eduardo Suplicy PT 21%, Marta Suplicy 8%, e Aloysio Nunes 7%.
.
MG:

Dilma Rousseff (PT) 35% / Fernando Pimentel (PT) 20% / Rodrigo Janot 15% / Aecio Neves 8% e Perrela 2%.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa – Blog TV Tudo.

Eleição 2018: Dilma Rousseff lidera pesquisa para o Senado em MG.

Eleição 2018: #Dilma lidera pesquisa para o Senado em #MG. Janot, ex-PGR, mostra força e surge em 2º.
.
Levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas para o Senado em Minas Gerais levou em conta dois cenários: um deles com a hipotética candidatura do governador Fernando Pimentel (PT) e, outro, considerando a troca do petista pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Em ambas situações os dois candidatos do PT aparecem como opção preferencial de voto para o eleitor mineiro. Na primeira, Pimentel lidera com 24,6%. Como surpresa, vêm em seguida, os nomes de dois não-políticos: o do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com 15,5% e o do empresário Josué Alencar, com 15,3%.

O senador Aécio Neves (PSDB), o apresentador Mauro Tramonte, também sem tradição política, e o ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda aparecem na sequência, embolados na faixa dos 13%, seguidos de perto pelo também apresentador enão-político, Carlos Viana, com 12,5%.

Quando Pimentel é substituído por Dilma Rousseff, a petista também lidera o cenário com 16,9% as preferências, embora a distância para os adversários seja encurtada.

Atrás da ex-presidente vêm empatados o ex-PGR, Rodrigo Janot e o empresário Josué Alencar, com, respectivamente, 15,2% e 15,1%. O tucano Aécio Neves mantém os mesmos 13%, enquanto Tramonte inverte posição com Marcio Lacerda.

A pesquisa foi feita entre os dias 30 de setembro e 5 de outubro em 70 municípios mineiros ouvindo 1.507 eleitores. O grau de confiança do levantamento é de 95,0% e a margem estimada de erro é de aproximadamente 2,5%.

Confira a seguir as simulações estimuladas para o Senado (*)

Cenário 1

Fernando Pimentel: 24,6%

Rodrigo Janot: 15,5%

Josué Alencar: 15,3%

Aécio Neves: 13,9%

Mauro Tramonte: 13,7%

Márcio Lacerda: 13,6%

Carlos Viana: 12,5%

Não sabe: 4,2%

Nenhum: 18,3%

Senado – cenário 2 (estimulada)

Dilma Rousseff 16,9%

Rodrigo Janot 15,2%

Josué Alencar 15,1%

Aécio Neves 13,7%

Mauro Tramonte 13,3%

Márcio Lacerda 13,1%

Carlos Viana 11,9%

Não sabe 5,8%

Nenhum 20,7%
.
(*) Fonte: Paraná Pesquisas – R7

Inevitavelmente vai dar Lula em 2018

Pra quem ainda não se tocou.
Vai dar Lula 2018.
Podem espernear, chorar mas ele vai ganhar.

.
O trabalhador não esquece quem lhe estendeu a mão.
Tá achando ruim? Reclama com a ONU sobre as inúmeras vezes que a gestão dele foi elogiada, quando o Brasil foi considerado país emergente modelo.

.
Lula vai ganhar, botar a economia no eixo revogar as medidas que o vampirao tá promovendo e melhorar a vida de vocês que estão aqui criticando. No fim vocês virão aqui dizer que ele só aproveitou tudo que o Temer deixou.
Ele tá acostumado.

Temer apoia ruralistas do “Trabalho Escravo” para se salvar de denúncia.

VOLTA DA ESCRAVIDÃO DEVE BARRAR EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS.
.
Decisão de Michel Temer de comprar votos de deputados ruralistas com a legalização do #trabalho escravo será desastrosa para a economia brasileira; países civilizados já estudam barram a compra de produtos brasileiros depois da medida que muda o conceito de trabalho análogo à escravidão e que dificulta a divulgação da chamada “lista suja” de empregadores que usam mão de obra escrava; representantes da União Europeia (UE) e do setor empresarial sinalizam que as medidas devem prejudicar até uma longa negociação de acordo comercial entre o Mercosul e o bloco de países europeus; outros tratados de comércio com a UE foram congelados no passado por esse tipo de preocupação