Igrejas querem comprar horário do “Pânico na Band”.

Algumas igrejas, como a Internacional da Graça de Deus, a Mundial e outras menores, estão interessadas em ocupar o horário que ficará vago com a saída do “Pânico da Band” e já estão fazendo ofertas para ocupar os domingos à noite da Band em 2018.

R.R. Soares já é cliente de longa data da Band e atualmente ocupa diariamente 60 minutos do horário nobre da emissora.

Ricardo Feltrin

Audiência do Programa Marcia no SBT: Atração vencia a Globo

20110529183346marcia30

 

SBT faz mudanças no programa ‘Márcia’

Gravações serão feitas em outras cidades

MARIANA SCALZO
DA REPORTAGEM LOCAL

“Márcia”, do SBT, será gravado em outras cidades brasileiras no próximo ano. Em março, a produção gravará os programas para irem ao ar no mesmo mês.
A idéia surgiu no encontro de Silvio Santos com o produtor norte-americano Albert Phillip Lewitinn, responsável pelo programa, na última quinta-feira.
“Essa é uma maneira de agradecermos nossa audiência. Vamos levar o ‘Márcia’ a todo o país. Nossa platéia no estúdio é quase toda de São Paulo”, diz Lewittin.
O empresário chamou Lewittin porque queria parabenizá-lo pelos bons índices de audiência que o programa vem alcançando. Na última terça, “Márcia” teve média de 23 pontos de audiência, a Globo, com o especial “Som Brasil – Tropicália”, ficou com 17 pontos. O pico de audiência do programa do SBT foi de 29 pontos, enquanto a Globo ficava nos 12.
Cada ponto de audiência corresponde a aproximadamente 80 mil telespectadores na Grande SP.
Segundo Lewittin, as pessoas deverão escrever para o programa explicando por que querem receber o “Márcia” em sua cidade.
O produtor está trabalhando em novos projetos da emissora para 98, mas não revela quais são.
Para o último programa do ano, Lewittin espera uma grande repercussão. “Duas mulheres se estapeiam no palco. Não quero que ninguém compare com outras coisas que vêm sendo produzidas na TV brasileira. O que aconteceu foi verdadeiro e não estamos copiando ninguém.”

 

Difícil trabalhar fora da TV Globo? Porque a Globo não tem a Globo pra enfrentar.

Nenhuma emissora é dona do talento de ninguém, e nenhuma TV é dona de nenhum ator ou artista.

A Globo é vista como referência, mas tudo o que ela sabe, usurpou da TV Excelcior e Tupi.

Para as concorrentes da Globo não é fácil fazer qualquer coisa, estrear novelas, reality, séries, filmes, programação infantil e entrenimento, porque a comparação sempre vai vir; a TV Globo não tem a Globo pra enfrentar. No passado, ela tinha duas gigantes, o que ela fez? Se aliou aos militares e derrubou as duas, e se apossou das propriedades física, use o Google para melhor esclarecimento.

Os grandes artistas e autores da Globo atualmente, não começaram na platinada, mas sim em outras, como Record, SBT, Band’eirantes e Cultura.

Portanto, estar em outros canais e ter seu trabalho comparado a todo tempo, não deve ser tarefa fácil, somos reflexo do que estamos exercendo no momento, e o talento artístico não é propriedade de nenhum banqueiro, pastor, padre, sacerdote maçon ou empresário, o talento é do indivíduo.

.

Gustavo Vidal – Coluna Alternativa – Blog TV Tudo.

Pânico e Jovem Pan oferecem projeto as sextas para Record TV

Em última cartada para continuar na TV, ‘Pânico’ negocia com a Record.
.
Você conseguiria imaginar um programa como o Pânico em uma emissora do bispo Edir Macedo? Pois esse acontecimento inusitado deixou de ser tão improvável nos últimos dias.

A Record e a Rádio Jovem Pan, dona do formato do “Pânico”, estão negociando um acordo que pode garantir a sobrevivência do humorístico por pelo menos mais um ano.

Na emissora, se especula que o “Pânico” poderia ocupar as noites de sextas-feiras, no lugar do “Legendários”, ou continuar aos domingos, com um rearranjo de grade.

Pouca gente na #Record, no entanto, acredita que a negociação vingará. Argumentam que não há espaço na emissora para um programa com forte apelo sexual.

Para se tornar viável na Record, o “Pânico” teria de ser um outro programa.

Daniel Castro.

Band acaba com “Pânico” que negocia com SBT e FOX

A saída do “Pânico”, na Band já é tratada como definitiva, sem chance de qualquer reversão. Entretanto, não foi definido sobre o que irá ocupar o seu lugar nas noites de domingo.
A princípio, filmes.

O programa pode sair do ar antes mesmo de dezembro. A trupe tem poucas opções de negociações, eles têm dois caminhos, o SBT ou migrar pra um canal fechado como a FOX.

Flávio Ricco

Band decide não renovar contrato com o “Pânico”, trupe está sem emissora.

O “Pânico” é um grande sucesso no rádio, e na TV tem passado por uma fase um pouco complicada de audiência. Apesar de aparecer como uma das maiores médias da Band, os números são bem menores do que o tempo em que estavam na #RedeTV!

Segundo informações do colunista Flávio Ricco, apesar de ainda não ter uma manifestação oficial entre as partes, já é certo que a Band não tem mais interesse em continuar com o programa no ar.

Hoje, a atração é considerada bastante cara e também existe pouca expectativa em relação à audiência.

Além disso, não é segredo que os atrasos nos repasses de verbas de produção, responsabilidade da emissora, também ajudaram no enfraquecimento do humorístico.

Agora fica a expectativa se caso alguma outra emissora irá se interessar em contratar todo o elenco do “Pânico”.

Band e TV Gazeta não liberam artistas para o “Teleton 2017”.

A Band não liberou ninguém para participar do “Teleton 2017” no SBT. Uma bronca que se arrasta já de alguns anos e que não tem menor razão de ser, até porque a causa da AACD é muito maior que qualquer picuinha. 
Diante disso, ou frente a mais este imbróglio, o “Pânico”, que não tem nada a ver com a questão e sempre manteve relações bem cordiais com o SBT, estará impedido de cobrir os bastidores da campanha, segundo informa o colunista Flávio Ricco, do portal “UOL”.
O pedido até chegou a ser feito, mas não foi levado à frente.
Evidente que os humoristas poderão trabalhar normalmente fora das dependências do SBT, na porta da emissora se houver interesse, mas dentro, nem pensar.
A TV Gazeta é outra que não irá liberar ninguém do seu elenco.
“A TV Gazeta não cederá elenco para participação no evento mas apoia a causa e colocou-se à disposição da AACD para veiculação de comerciais e testemunhais com os artistas da casa em sua programação”, disse em comunicado oficial.
A emissora “cortou relação” com o SBT desde que Silvio Santos contratou Mamma e Leão para o “Fofocalizando”, em julho de 2016, desfalcando os programas “Mulheres” e “Revista da Cidade”.
O “Teleton 2017” acontece nos dias 27 e 28 de outubro e a meta esse ano é arrecadar R$ 28 milhões.