“Não teria um reparo à fazer”, diz Gloria Perez sobre a “A Força do Querer”.

Autora comemora o sucesso da novela.
.
Mesmo com seu trabalho em A Força do Querer encerrado, Gloria Perez garante que ainda não relaxou. “Só consigo respirar melhor no domingo! A sensação de ter terminado de escrever, de ver tudo sendo gravado, é ótima. Mas aquela sensação de dever cumprido é quando tudo tiver terminado mesmo. Aí eu posso dizer: ‘Seja bem-vindo, Walcyr (Carrasco)’”, disse ela, citando o autor da sucessora no horário, O Outro Lado do Paraíso.

Apesar da tensão ainda não ter acabado, a autora se diz satisfeita com a obra, maior sucesso da televisão em anos. “Saiu tudo como eu queria. A novela não teve barriga, não se arrastou, não foi esticada. Não teria um reparo a fazer”, disse Gloria, que também comentou a repercussão do trabalho, em entrevista ao jornal Extra: “São 200 milhões de pessoas achando que sabem mais do que eu. Mas não me incomodo, não. Eu cutuco a emoção do público, e à medida que vejo que estou conseguindo despertar algo nas pessoas é que percebo que estou no caminho certo”.

#AForçaDoQuerer, que termina hoje (20) em capítulo de duas horas, acumula média de 36 pontos em São Paulo, 37 no Rio de Janeiro, 39 em Belém, 40 em Porto Alegre e 35 pontos no Painel Nacional de Televisão, segundo dados da Kantar Ibope Media.

Globo grava dois ou mais finais para “A Força do Querer”.

Como já informamos, os capítulos finais de “A Força do Querer” prometem muitas emoções, inclusive, a de Ivan, interpretado por Carol Duarte. Nesta última terça-feira, 17 e outubro, a famosa gravou uma cena em que o transsexual vai surgir sem camisa após a cirurgia para retirada dos seios paga por sua família.

Para dar mais realidade, a produção tratou de fazer uma maquiagem bem caprichada. Além disso, a cena terá ajuda de efeitos especiais. A atriz também usou um adesivo para cobrir os seios, que serão depois modificados por meio de computação gráfica.

As imagens serão exibidas no último capítulo da trama de Glória Perez. Ivan aparecerá primeiramente de costas, mas depois vai mostrar rapidamente a parte da frente.

No entanto, como informa a jornalista Patrícia Kogut, Carol Duarte e Gabriel Stauffer gravaram, na Praia de Ipanema, dois finais de Ivan e Cláudio na trama. A diferença entre as duas é que a primeira é com beijo e a segunda, sem. Ou seja: em uma eles acabam juntos e na outra só amizade.

A direção do canal irá decidir qual dos desfechos será exibido um pouco antes de entrar no ar o último capítulo, que será exibido nesta sexta (20). Obviamente a decisão vem da autora Glória Perez. Os personagens conversarão sentados na areia, e depois entrarão no mar. Segundo o roteiro entregue ao elenco na quinta-feira (12), esta deverá ser a última cena da novela.

Com “Cidade Proibida”, Globo perde 30 pontos.

Série não repete o êxito de Sob Pressão.

Exibida após A Força do Querer, Cidade Proibida provocou ampla evasão de público ontem (17).

O terceiro episódio da série, com participação especial de Giovanna Antonelli, marcou 19,6 pontos de média na Grande São Paulo; a novela de Gloria Perez registrou 46,2. Na mesma faixa, a contemporânea Sob Pressão rendia médias em torno dos 27 pontos para a #Globo.

Exibida após a trama protagonizada por Vladimir Brichta, Filhos da Pátria também alcançou público aquém do esperado. A série, estrelada por Fernanda Torres e Alexandre Nero, marcou 10,3 pontos de média.

Os dados são da Kantar Ibope Media.

Último capítulo de “A Força do Querer” terá 2 horas de duração, na sexta – (20/10)

Novela terá mais intervalos comerciais que o habitual.

O último capítulo de #AForçaDoQuerer vai ocupar duas horas da programação da #Globo.

De acordo com a grade divulgada pela emissora, a novela de Gloria Perez vai ficar no ar entre 21h16 e 23h16 na próxima sexta-feira (20/10). Além de decidar mais tempo para os desfechos da trama, a emissora também vai exibir mais intervalos comerciais que o habitual. Em vez de 4, a novela das nove terá 6 breaks, todos já lotados de anunciantes e com fila de espera, segundo Ancelmo Góes (O Globo).

Logo após a exibição do último capítulo, a emissora vai levar ao ar edição especial do Globo Repórter sobre o sucesso da novela.

A Força do Querer: Ivan aparecerá sem camisa após retirar os seios. Ivan e Cláudio no último capítulo da novela

.

A despedida de “A Força do Querer” será marcada por uma cena especial. Ivan (Carol Duarte) vai surgir sem camisa após a cirurgia para retirada dos seios paga por sua família.

Cheia de cuidados, a cena foi gravada ontem (17), na praia de Ipanema, no Rio e teve a ajuda da maquiagem para ficar mais realista. A imagem será finalizada ainda com efeitos especiais.

Nela, Ivan aparece sem camisa ao lado de Cláudio (Gabriel Stauffer). Livre dos seios de sua época de Ivana, Ivan aparecerá primeiramente de costas, mas depois vai mostrar rapidamente a parte da frente.

Na gravação, a atriz usou um adesivo para cobrir os seios, que serão depois modificados por meio de computação gráfica.

TV Globo deixa vazar cenário da Record em “A Força do Querer”.

Juliana Paes (foto: reprodução)

Uma locação pode ser usada para várias produções, tanto em cinema quanto em televisão. Também acontece de cenários próprios de produções serem reaproveitados em outras. Raro é um cenário de uma emissora vazar (aparecer acidentalmente) em uma produção da concorrência.

Aconteceu no capítulo de quinta-feira (14/09) da novela “A Força do Querer” da Globo. Na sequência em que Bibi Perigosa (Juliana Paes) corre pelas vielas do fictício Morro do Beco (quando percebe a invasão policial), a câmera a flagra passando rapidamente pelo Bar do Torto (foto abaixo).

.
Os noveleiros detalhistas e mais atentos lembrarão de um dos principais cenários da novela “Vidas Opostas” – exibida pela TV Record entre 2006 e 2007 -, cuja trama se passava no fictício Morro do Torto e retratava a guerra de gangues pelo controle do tráfico e confrontos com a polícia – tal qual “A Força do Querer”.
As duas novelas têm mais em comum do que a abordagem da criminalidade em um morro carioca. Elas usaram a mesma locação: a comunidade pacificada Tavares Bastos, uma das mais tranquilas do Rio de Janeiro – daí a opção das emissoras em fazer as gravações por lá.

.
Localizada na região central da cidade, a tranquilidade se dá pelo fato de na comunidade existir um batalhão da polícia militar e por estar próxima do Palácio das Laranjeiras (sede do Governo Fluminense) e do Palácio do Catete (antiga sede do Governo Federal).

 

O Bar do Torto, usando fartamente em Vidas Opostas, permaneceu na Tavares Bastos como lembrança da equipe da novela da Record para a comunidade. E apareceu na novela da Globo.

Nilson Xavier / UOL.

Pastor “ex-gay” detona cena de novela de Gloria Perez: “Globo está virando escola de putaria”.

O pastor evangélico e deputado estadual Sargento Isidório (Avante-BA) criticou a exibição da cena em que o personagem Ivan/Ivana (Carol Duarte) se revela trans para a família em “A Força do Querer”. O parlamentar, que se define como “ex-gay”, diz que a Globo está ensinando o que não deve. “Descrevo a Rede Globo como uma organização quase criminosa”, disparou em entrevista  ao site RD1.

Ele diz que a emissora carioca tem ligação com o Diabo. “A Rede Globo está virando escola de putaria, de nigrinhagem e de roubo. Está se especializando nisso. Está se especializando em destruir a família. Pense em uma rede de televisão que está agindo como alguém que está emprestada ao inferno para destruir as famílias? É a Rede Globo”, detonou Isidório.
“A Rede Globo só tem cena de prostituição, de homossexualismo [sic]. Não tenho nada contra as pessoas do homossexualismo [sic]. Agora tem que ter os seus locais. Aguinaldo Timóteo diz que sexo é uma coisa de quatro paredes. É marido traindo mulher, filhos batendo na cara de mãe, pais puxando arma para filhos…”, continuou, afirmando ainda que a concessão da emissora deveria ser cancelada.
Isidório aproveitou ainda para criticar uma cena da série “Sob Pressão”, exibida na noite desta terça-feira (29), em que Drª Carolina (Marjorie Estiano) quase é esganada em uma relação sexual. “Dez horas dá noite já tem homem trepando com mulher. E pior de tudo isso: ainda estava engarguelando. Imagine? Uma tentativa de assassinato no meio do sexo? Não era um estupro… Foi um sexo feito a dois, mas que o cara estava lá engarguelando a mulher. Aí depois ela tenta se defender com uma faca. Então, essa nação está sendo transformada em um cabaré!”.
O deputado ainda desabafou sobre como, segundo ele, “superou” a homossexualidade. “Sou ex-gay, fui liberto. Não tenho nenhum problema com isso. Sou ex-viado [sic], já manifestei com orixá, com caboclo… e fui liberto com a palavra de Deus”, garantiu.