TV Globo deixa vazar cenário da Record em “A Força do Querer”.

Juliana Paes (foto: reprodução)

Uma locação pode ser usada para várias produções, tanto em cinema quanto em televisão. Também acontece de cenários próprios de produções serem reaproveitados em outras. Raro é um cenário de uma emissora vazar (aparecer acidentalmente) em uma produção da concorrência.

Aconteceu no capítulo de quinta-feira (14/09) da novela “A Força do Querer” da Globo. Na sequência em que Bibi Perigosa (Juliana Paes) corre pelas vielas do fictício Morro do Beco (quando percebe a invasão policial), a câmera a flagra passando rapidamente pelo Bar do Torto (foto abaixo).

.
Os noveleiros detalhistas e mais atentos lembrarão de um dos principais cenários da novela “Vidas Opostas” – exibida pela TV Record entre 2006 e 2007 -, cuja trama se passava no fictício Morro do Torto e retratava a guerra de gangues pelo controle do tráfico e confrontos com a polícia – tal qual “A Força do Querer”.
As duas novelas têm mais em comum do que a abordagem da criminalidade em um morro carioca. Elas usaram a mesma locação: a comunidade pacificada Tavares Bastos, uma das mais tranquilas do Rio de Janeiro – daí a opção das emissoras em fazer as gravações por lá.

.
Localizada na região central da cidade, a tranquilidade se dá pelo fato de na comunidade existir um batalhão da polícia militar e por estar próxima do Palácio das Laranjeiras (sede do Governo Fluminense) e do Palácio do Catete (antiga sede do Governo Federal).

 

O Bar do Torto, usando fartamente em Vidas Opostas, permaneceu na Tavares Bastos como lembrança da equipe da novela da Record para a comunidade. E apareceu na novela da Globo.

Nilson Xavier / UOL.

Pastor “ex-gay” detona cena de novela de Gloria Perez: “Globo está virando escola de putaria”.

O pastor evangélico e deputado estadual Sargento Isidório (Avante-BA) criticou a exibição da cena em que o personagem Ivan/Ivana (Carol Duarte) se revela trans para a família em “A Força do Querer”. O parlamentar, que se define como “ex-gay”, diz que a Globo está ensinando o que não deve. “Descrevo a Rede Globo como uma organização quase criminosa”, disparou em entrevista  ao site RD1.

Ele diz que a emissora carioca tem ligação com o Diabo. “A Rede Globo está virando escola de putaria, de nigrinhagem e de roubo. Está se especializando nisso. Está se especializando em destruir a família. Pense em uma rede de televisão que está agindo como alguém que está emprestada ao inferno para destruir as famílias? É a Rede Globo”, detonou Isidório.
“A Rede Globo só tem cena de prostituição, de homossexualismo [sic]. Não tenho nada contra as pessoas do homossexualismo [sic]. Agora tem que ter os seus locais. Aguinaldo Timóteo diz que sexo é uma coisa de quatro paredes. É marido traindo mulher, filhos batendo na cara de mãe, pais puxando arma para filhos…”, continuou, afirmando ainda que a concessão da emissora deveria ser cancelada.
Isidório aproveitou ainda para criticar uma cena da série “Sob Pressão”, exibida na noite desta terça-feira (29), em que Drª Carolina (Marjorie Estiano) quase é esganada em uma relação sexual. “Dez horas dá noite já tem homem trepando com mulher. E pior de tudo isso: ainda estava engarguelando. Imagine? Uma tentativa de assassinato no meio do sexo? Não era um estupro… Foi um sexo feito a dois, mas que o cara estava lá engarguelando a mulher. Aí depois ela tenta se defender com uma faca. Então, essa nação está sendo transformada em um cabaré!”.
O deputado ainda desabafou sobre como, segundo ele, “superou” a homossexualidade. “Sou ex-gay, fui liberto. Não tenho nenhum problema com isso. Sou ex-viado [sic], já manifestei com orixá, com caboclo… e fui liberto com a palavra de Deus”, garantiu.

Novela da Globo vai ter ‘homem grávido’.

Ivana vai virar Ivan na novela.
Não está dando para acompanhar! Quando o público começa a se acostumar com uma novidade em “A Força do Querer!”, lá vem Glória Perez com outra bomba na novela das 21h da Globo.

Ainda não choramos com a revelação de Ivana (Carol Duarte) para sua família sobre sua transexualidade. Tudo deve começar na noite de hoje (27).

No entanto, nem vai dar para respirar aliviado.

Ivana, que terá acabado de virar Ivan no folhetim, mal vai ter mudado seu nome nos documentos quando descobrirá uma gravidez. Sim, vai ter ‘homem’ grávido na novela.

A notícia cairá como mais um terremoto na cabeça do personagem e da família dele.

Ivan ainda ficará com medo da reação do ex-namorado Cláudio (Gabriel Stauffer), que ainda não sabe da sua transição de gênero.

Novela “A Força do Querer” já é a maior audiência do horário nobre desde 2013.


.

A semana passada foi de verdadeira movimentação em “A Força do Querer”. Desde o primeiro capítulo, veiculado em abril, até a exibição do centésimo capítulo, que foi ao ar nesta última quinta-feira (27), a trama de Glória Perez já totaliza um dos maiores resultados da Globo em anos.

 

De acordo com dados consolidados, o folhetim já acumula 33.0 pontos de média geral e 49% de share. No mesmo período, sua antecessora, “A Lei do Amor”, obtia 25.9, seguido por “Velho Chico”, “A Regra do Jogo”, “Babilônia” e “Em Família”, que acumulavam 27.8, 26.0, 24.9 e 29.0, respectivamente cada. A novela supera até mesmo “Império” (30.6), exibido entre 2014 e 2015, que até então detinha o posto de maior audiência da faixa desde “Amor à Vida” (35.0), em 2013.

 

Segundo informa a jornalista Cristina Padiglione, na Grande São Paulo, foi um avanço de cerca de 16% na faixa das nove. Já no Rio de Janeiro, o crescimento em 12% no mesmo período analisado. Vale lembrar que, em uma semana marcada pelo embate entre Joyce (Maria Fernanda Cândido) e Irene (Débora Falabella), “A Força do Querer” obteve médias vistas no horário apenas na última semana de “A Regra do Jogo”, em março de 2016.

TV Globo bomba com reclamações por causa de “A Força do Querer”; entenda o caso!

Glória Perez (Foto: Divulgação)

Os moradores de Belém, capital do Pará, não estão nada satisfeitos com a atual novela das 21h da Globo, ‘A Força do Querer’, da Glória Perez.

 

Os cidadãos não estão gostando nada de como a cidade está sendo retratada na trama, no núcleo protagonizado por Isis Valverde e Marco Pigossi, e que a Globo está trocando as bolas em relação as regiões.
Para eles, o sotaque usado é o nordestino, as expressões são erradas, e a música de Ritinha (Isis Valverde) não deveria ser forró. As reclamações foram tantas que chegaram aos ouvidos de Glória Perez.
Procurada pelo jornalista Fernando Oliveira, a Globo informa que a novela não se passa exatamente em Belém, mas na fictícia Parazinho. E a história é uma ficção sem compromisso de ser fiel com a realidade.
Vale dizer que a autora Glória Perez sempre retrata de forma bem distante da realidade suas tramas, principalmente em outros países. No entanto, com a novela 100% nacional, a história já é outra, pois fica mais fácil de notar essas incongruências.