Após repercussão, Rede CNN é processada por racismo

cnn-cnn-1024x576

Outros ex-funcionários da empresa estão denunciando histórias de discriminação
 
Uma das maiores redes de notícias do mundo, a CNN, nos EUA, está sendo processada por ex-funcionários por discriminação racial, isso mesmo, racismo.
 
Segundo a imprensa americana, a emissora do grupo Turner é ré em uma ação coletiva.
 
O processo, que está tramitando em Atlanta, baseia-se em um relatório interno da RH Diversity Trends, que mostrou que os homens negros receberam as classificações mais baixas em avaliações de desempenho na CNN.
 
O relatório também descobriu que os níveis superiores de gestão eram substancialmente menos diversificados do que a empresa como um todo. O relatório diz que negros têm de esperar muito mais que os brancos para receberem promoções na empresa, mesmo tendo alcançado ótimos resultados em suas funções.
 
O cabeça da ação é DeWayne Walker, um ex-funcionário, afro-americano, que alega que teve sua promoção preterida nove vezes no grupo.
 
Segundo o advogado de Walker, Daniel Meachum, após a abertura do processo apareceram outras histórias envolvendo abuso de poder, nepotismo, vingança, retaliação e discriminação na CNN.
 
A CNN não se pronunciou ainda sobre o caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s