Joel Kinnaman conta que emagreceu 7 quilos dentro da armadura do RoboCop

Kinnaman divulga o filme no Rio de Janeiro

AgNews

Para as pessoas que acham que estão precisando perder peso, Joel Kinnaman tem a receita ideal: a armadura do RoboCop, personagem que ele interpreta no filme dirigido por José Padilha. “É melhor do que qualquer dieta”, brincou o ator sueco durante entrevista coletiva, nesta terça-feira, 18 de fevereiro, em um hotel na zona sul do Rio. “Começamos a gravar em Toronto, no Canadá, em pleno verão, e na primeira semana eu perdi 7 quilos de tanto suar dentro da roupa”, contou.

Kinnaman também comentou das dificuldades de atuar vestido o traje do protagonista, que pesa 20 quilos e é feito de borracha e plástico como o usado em para-choques de automóveis. “Tive que separar a linguagem corporal da linguagem facial. Seria como se fizesse um personagem com deficiência física”, explicou.

O ator, na infância, também era fã do personagem. Contou que assistiu ao longa dos anos 1980 e a suas sequências dezenas de vezes. E admitiu ainda ter utilizado algumas referências do ator Peter Weller, intérprete de RoboCop na primeira versão.

“Eu provalmente assisti umas 20, 25 vezes. Minha mãe é terapeuta e chegou a me dar uma olhada, porque eu tinha alguma espécie de psicose de RoboCop”, declarou, com bom humor. “Então, eu estava bem preparado. Mas é claro que havia muitas diferenças para o de 1987, como a forma que o RoboCop se movimentaria. Mantive alguns detalhes do Peter, alguns vieram a minha cabeça. Eu vim do teatro, então, atuar um personagem que já foi de outro não é uma novidade pra mim.”

Além dele, conhecido pelo seriado “The Killing”, também estavam presentes o diretor brasileiro e astro Michael Keaton, que interpreta Raymond Sellars, presidente da empresa responsável por criar o RoboCop. Ao falar sobre o assunto da armadura, Keaton – que foi o Batman nos filmes que Tim Burton realizou na década de 1990 – brincou ao dizer que seu personagem era um fã do homem-morcego.

“Acho que Sellars viu o lado comercial ao escolher a roupa preta do Robocop. O Tim Burton criou um visual que foi sendo diluído ao longo dos anos, mas essencialmente baseado na estética do Frank Miller [quadrinista], que incluía tonalidades negra e azul. Talvez Sellars fosse um fã do Batman”, divagou.

Padilha aproveitou o gancho e disse não ter levado em consideração a opinião dos fãs ao criar a estética do traje como tinha sido questionado anteriormente. Em um primeiro momento, a nova versão do “polical do futuro” aparece com um uniforme prateado, mas o desenho final acaba sendo mesmo o preto.

“A roupa mudou de prateada para preta devido ao gosto do Sellars (personagem de Keaton). Eu ignorei a expectativa dos fãs. Porque não há uma massa uniforme de fãs. Eles são diferentes entre si. Eu tentei e fui o mais fiel possível ao conceito básico do Robocop”, afirmou.

A trama de “RoboCop” se passa em 2028, quando a multinacional OmniCorp domina a tecnologia robótica. Fora dos Estados Unidos, seus drones (aviões não tripulados) foram usados durante anos pelas Forças Armadas. Em um novo esforço para convencer os políticos a permitirem o uso de robôs na segurança interna, a companhia aposta em uma nova arma: um agente da lei metade homem, metade máquina.

O “modelo” escolhido é Alex Murphy, marido, pai e policial que combate a corrupção na cidade de Detroit. Após sofrer um atentado que o deixa a ponto de morrer, a corporação vê nele a chave para arrecadar uma fortuna procedente de seus acionistas, mas esquece que na máquina também existe uma pessoa.

O filme estreia nesta sexta-feira, 21 de fevereiro, nos cinemas brasileiros.

MSN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s