Arquivos do Blog

Saiba tudo o que aconteceu nos desfiles das escolas de samba de Vitória

Uma das alegorias da Pega no Samba

O carnaval já começou em Vitória, capital do Espírito Santo. Na noite desta sexta-feira (1), foi realizado o primeiro dia de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial no Sambão do Povo, como é conhecido o sambódromo local. Tradicionalmente, as agremiações da capital capixaba se apresesentam uma semana antes das festividades do carnaval.

Quem abriu o primeiro dia de desfiles no Sambão do Povo foi a Tradição do Samba, campeã do Grupo de Acesso do ano passado. Com o enredo  “A Tradição na passarela canta a Tarantela”, a agremiação falou sobre a imigração italiana para o Espírito Santo.

O “Fim do Mundo” foi o tema da Novo Império. A escola mostrou as profecias que não deram certo para o apocalipse, como a previsão de que o mundo acabaria no dia 21 de dezembro de 2012, data que teria sido estipulada pelo povo Maia.

A Andaraí cantou o futebol com o tema “Áureos tempos de lutas e glórias”. A escola falou sobre o centenário do Rio Branco Atlético Clube, tradicional clube capixaba.

Já a Pega no Samba relembrou os antigos carnavais. A agremiação apresentou o tema “Em Terra de Bamba, Canta Quem Tem Raiz. O Pega Canta a Gigante: Amigos da Gurigica”, contando a história da Amigos da Gurigica, escola que venceu cinco carnavais na capital capixaba.

A Sâo Torquato encerrou a primeira note de desfiles no Sambão do Povo. Com o enredo “Onde está o ouro? Pegue o mapa da mina e encontre o seu tesouro”, que buscou mostrar as buscas pelo metal precioso.

Na noite deste sábado (2), desfilaram mais cinco escolas de samba no último dia de apresentações do Grupo Especial de Vitória, capital do Espírito Santo. Ass três últimas campeãs do carnaval estiveram presente na última noite de festa: a Independentes da Boa Vista (2010 e 2012), a Mocidade Unida da Glória (2011) e a Unidos do Jucutuquara (2009).

A Unidos de Piedade abriu as atividades no Sambão do Povo com o enredo “Anauê, Anauê. Guanambi, Amanagé. Nas terras abençoadas do Espírito Santo”. A agremiação exaltou as belezas do estado durante o desfile.

Em seguida, foi a vez da Imperatriz do Forte entrar na avenida. A agremiação apresentou o enredo “Parque Moscoso: De um click revelam-se 100 anos de história no coração da cidade”, que homenageou o Parque Moscoso, um dos cartões postais de Vitória, cujo centenário foi em 2012.

Atual campeã do carnaval de Vitória, a Independente de Boa Vista entrou na avenida apresentando o tema “Diáspora Africana – O Grito de Liberdade de Uma Raça”. A escola apostou na Àfrica para tentar o tricampeonato.

A Mocidade Unida da Glória entrou na avenida com o enredo “Oui Voilá le france! Mocidade singra os mares de Dunkerque. Merci beacoup!”, apostando no luxo ao homenagear a cidade francesa de Dunkerque.

Por fim, a Unidos do Jucutuquara encerrou a noute de desfiles com uma homenagem ao cronista Ruben Braga com o enredo “A centenária noite do Sabiá da Crônica: entre pássaros, palavras, chiquitas e baiana”. Um dos sobrinhos do escritor, Afonso Braga, interpretou o homenageado no penúltimo carro.

 O Reporter

A campeã do carnaval de Vitória será conhecida nesta terça-feira (5).

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 27.868 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: